Social

Homem revolta o irmão após se recusar a dar um brinquedo para o sobrinho

Ele se recusou a dar um dos brinquedos de seu filho para o sobrinho depois que o ele se comportou extremamente mal.

Um homem causou a ira do irmão após se recusar a dar um brinquedo para seu sobrinho, que havia se comportado mal. Segundo ele, os pais do menino o culparam pela “birra de três horas” que tiveram que ouvir.

Conforme a publicação feita pelo The Mirror, as tensões entre os irmãos aumentaram depois que o irmão pediu a ele se podia levar um caminhão de brinquedo do sobrinho, de dois anos, para o filho brincar em casa.

Quando disse que não, o homem já sabia que o sobrinho teria um acesso de raiva diante da negativa e não queria reforçar a ideia de que chorar e gritar é a maneira de conseguir o que deseja.

“Fizemos o Dia de Ação de Graças em minha casa. Meu irmão, sua esposa e seu filho de quatro anos estavam entre os convidados”.

Quando as pessoas estavam indo embora, meu irmão perguntou se meu sobrinho poderia levar para casa um dos caminhões de brinquedo do meu filho. Meu sobrinho brincava com ele sem parar desde que eles chegaram e queria ficar com ele. Meu irmão se ofereceu para trocar o brinquedo se eu contasse onde o consegui”, explicou.

“Disse ao meu irmão que ficaria feliz em da a ele um link da loja onde comprei, mas não lhe daria o brinquedo naquele momento”.

Ele se recusou a entregar o brinquedo

Segundo o homem, a recusa em entregar o brinquedo ao sobrinho se deu por dois motivos: “Em primeiro lugar, meu irmão e minha cunhada tem o péssimo hábito de dar ao meu sobrinho tudo que ele pede. Em segundo lugar, não quero reforçar que está tudo bem pegar as coisas que ele quer”.

Após se negar a dar o brinquedo, ele relata que o sobrinho começou a “gritar inconsolavelmente” até que seus pais o levaram para casa.

Pouco tempo depois, ele recebeu uma mensagem raivosa do irmão dizendo que a criança chorou e gritou por três horas após voltarem para casa. Além disso, ele o culpou pelo comportamento do filho.

Confira também:

“Meu irmão disse que o acesso de raiva foi minha culpa, já que teria sido evitado se eu tivesse dado o brinquedo ao meu sobrinho. Ele também me acusou de ‘paternidade em segundo plano’, uma vez que, em suas palavras, não é minha função dar o exemplo ao filho dele”, desabafou o homem.

“Ainda mantenho que está dentro dos meus direitos dar o exemplo ao meu sobrinho, mesmo que isso vá contra o estilo parental do meu irmão de mimar seu filho. A birra é o resultado de seus péssimos hábitos parentais”.

Para os usuários do Reddit, a atitude do homem foi correta: “Seu sobrinho precisa de limites. Ainda bem que você os estabelece na sua casa”.

“A razão pela qual o menino teve um ataque é porque os pais cedem toda vez que o filho tem um ataque”, comentou outro usuário.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos