logo
Social
A criança leva o nome do pai, morto no Afeganistão / Imagem: Facebook / The MirrorA criança leva o nome do pai, morto no Afeganistão / Imagem: Facebook / The Mirror
Social 15/09/2021

Nasce filha de soldado americano morto nas explosões no entorno do aeroporto de Cabul

Rylee McCollom deveria retornar para casa em outubro. O jovem fuzileiro naval dos EUA foi uma das vítimas fatais dos ataques terroristas realizados nas proximidades do aeroporto de Cabul, no mês passado. Sua esposa, Gigi, deu à luz sua filha Levi Rylee Rose, no começo desta semana.

Segundo notícia divulgada pelo The Mirror, Rylee estava entre os mortos nas explosões que ocorreram ao redor do aeroporto internacional de Cabul. A célula do Estado Islâmico, Isis-K, assumiu a responsabilidade pelos atentados que mataram 170 moradores locais e 13 soldados americanos.

Rylee foi enviado ao Afeganistão para auxiliar no processo de evacuação das tropas e refugiados e ocupava um posto de vigia nas proximidades do aeroporto quando ocorreram os ataques. Ele deveria retornar para casa em outubro.

Quase três semanas após a morte de seu marido, Gigi deu à luz Levi Rylee Rose, fruto do casamento que ocorreu em fevereiro deste ano.

Família celebra o nascimento da filha de soldado americano morto no Afeganistão

A chegada da criança foi anunciada por Gigi em seu Facebook com uma foto da bebê ao lado de uma imagem de seu falecido pai trajando o uniforme militar.

A mãe ainda escreveu um poema para a menina: “Levi Rylee Rose, eu te amo garotinha. Você nos abençoou com luz e amor quando veio ao mundo. Segure sua mãe, ela está precisando de você agora. Você é preciosa, linda e trouxe o mundo junto de alguma forma. Seu papai está cuidando de você, ele a ama muito. Você o sentirá sempre com você”.

Jill Miller Crayton, mãe de Gigi e avó da criança, declarou anteriormente que a filha tinha ficado “arrasada” ao saber que o marido havia sido uma das vítimas do ataque.

Confira também:

“Eu sei que ela estava perdidamente apaixonada por ele. Ele era tudo para ela, seu futuro e seu melhor amigo. Eu estava orgulhosa dele porque era um fuzileiro naval que servia ao seu país, mas estava muito mais orgulhosa do respeito e amor que ele demonstrou com minha filha”, declarou.

Jill também contou que seu próprio marido morreu quando ela estava grávida de nove semanas de seu filho, irmão de Gigi. “Meu marido morreu quando eu estava grávida do irmão de Gigi, há 15 anos, e infelizmente a história está se repetindo. Nunca pensei que uma das minhas filhas passaria pelo que eu passei, é irreal e horrível”.