logo
Foco
Ex-mulher acusa diretor de bateria da Gaviões da Fiel de agressão / Reprodução/redes sociais Ex-mulher acusa diretor de bateria da Gaviões da Fiel de agressão / Reprodução/redes sociais
Foco 15/09/2021

Gaviões da Fiel afasta por três anos diretor de bateria que agrediu ex-mulher; expulsão foi descartada

Com a medida, Claudimir Antônio Teixeira não poderá ocupar cargos na agremiação

Por : Metro World News

A Escola de Samba Gaviões da Fiel decidiu afastar por três anos o diretor de bateria Claudimir Antônio Teixeira, filmado agredindo a ex-mulher no último dia 29 de agosto em Osasco, na Grande São Paulo.

LEIA TAMBÉM:

Com a medida, Teixeira não poderá ocupar cargos na agremiação. Sua expulsão, contudo, está descartada. Ele permanece como sócio e poderá frequentar as dependências do local.

Um comunicado foi divulgado nas redes sociais da Gaviões da Fiel. Confira:

Teixeira é investigado pela Polícia Civil por violência doméstica e descumprimento de medida protetiva.

Cenas de violência

A ex-mulher do diretor de bateria, a empreendedora Mayara Duarte Calderone, foi agredida na frente dos filhos do casal. as imagens da violência foram feitas por vizinhos e divulgadas nas redes sociais pela própria vítima.

Na ocasião, elas contou que as crianças voltavam da casa do pai quando as agressões aconteceram. Contra o diretor de bateria já havia uma medida protetiva há mais de três anos.

À TV Globo, o diretor de bateria disse que a discussão teria começado por parte de Mayara e que vai provar na Justiça que é inocente.

O caso está sendo investigado no 8º Distrito Policial de Osasco.