Entretenimento

Fábio Assunção fala sobre as drogas e rebate piadas: ‘Nenhuma doença é motivo de chacota’

Em série, o ator interpreta o pai de uma médica viciada em crack e reflete sobre como a sociedade aborda os temas relacionados ao vício

Com uma carreira repleta de personagens em novelas e filmes marcantes, como «Meu Bem, Meu Mal», «Vamp», «Pátria Amada» e «Celebridades», o ator Fábio Assunção também foi marcado por sua luta contra as drogas, assunto que, às vezes, volta aos holofotes.   

Agora, com a estreia da série “Onde Está Meu Coração”, no Globoplay, onde Fábio interpreta o pai de uma médica viciada em crack, o ator voltou a comentar sobre o tema e criticou quem trata a doença com desprezo e faz piadas sobre o vício. “Nenhuma doença é motivo de chacota, nenhuma dor é motivo de chacota, seja qual for. Essa é nossa evolução, a gente faz uma série dessas para provocar uma transformação na forma da sociedade enxergar as coisas”, declarou.

LEIA MAIS:

  1. Claudia Raia abandona novela da Globo e encara novo papel em série
  2. Gui Araújo é o primeiro líder da 13ª edição de ‘A Fazenda’
  3. Com trejeitos e muita polêmica, Téo Pereira foi um dos grandes sucessos da novela ‘Império’
  4. Mara Maravilha estreia programa nas plataformas digitais do SBT

Para ele, séries e novelas que falam sobre o vício tem o potencial de quebrar o tabu e levar para a sociedade a importância de debater seriamente. “A arte é uma coisa gigante e em qualquer história não tem como a gente não estar espelhando a sociedade, provocando-a a questionar suas crenças e maneiras de ver a vida. A série foi muito potente para mim, porque antes de tudo foi um trabalho de ator e em todo trabalho de ator acabo usando as coisas que vivi na minha vida”, comentou Fábio, que precisou desconstruir tudo que sabia sobre as drogas para viver um pai desorientado. 

Na vida real, Fábio Assunção foi detido por duas vezes, por motivos distintos. A primeira delas, em junho de 2017, em Arcoverde, Pernambuco, por desacato em uma festa de São João, e a segunda prisão aconteceu em maio de 2018, em São Paulo, por envolver-se em um acidente de trânsito e recusar-se a fazer o teste do bafômetro. Na época, ele foi solto ao pagar uma fiança de 48 mil reais. 

Em 2018, o grupo La Furia lançou a música batizada Fábio Assunção que satirizava a imagem do ator. O grupo se defendeu dizendo que era uma homenagem enquanto Fábio rebateu que ridicularizar uma doença não tem graça.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos