logo
Entretenimento
/ Reprodução / Reprodução
Entretenimento 10/09/2021

Pyong Lee testa positivo para covid e fica fora do ‘Ilha Record’

O influenciador digital e ex-BBB foi um dos finalistas do reality show e levou para casa R$ 100 mil. Any Borges foi a vencedora e recebeu R$ 500 mil

Chegou ao fim, nesta quinta-feira (09), a 1ª temporada do reality show de sobrevivência “Ilha Record”. Como em toda final, o elenco do programa se reuniu para conhecer o grande vencedor. 

No entanto, quem assistiu o programa ao vivo não encontrou o influenciador digital Pyong Lee, que acabou testando positivo para covid-19 e teve que acompanhar o programa de casa. Mesmo sendo um dos finalistas, mas com o teste positivo ele não  entrou no estúdio devido à pandemia. 

Porém, mesmo longe do estúdio Pyong continuou concorrendo ao prêmio final, já que ele cumpriu todas as provas e conseguiu coletar os baús correspondentes a sua equipe. 

LEIA MAIS:

O programa ao vivo contou com todos os exploradores no palco da emissora: Antonela, Nadja Pessoa, Dinei, Thomaz Costa, Laura Keller, MC Negão da BL, Lucas Selfie, Mirella Gêmea Lacração, Valesca Popozuda, Nanah, Claudinho Matos e Any Borges.

Como foi a final do “Ilha Record”

Apresentada por Sabrina Sato, a final do “Ilha Record” premiou a DJ Any Borges, que levou para casa o prêmio de R$ 500 mil. Já o finalista Pyong Lee, ficou em segundo lugar e voltou para casa com R$ 100 mil.

Para escolher o vencedor, o público precisou votar entre as caixas A, B e C para definir os valores das pedras preciosas. A caixa B foi a mais votada, por isso, a pedra azul, valia três pontos. Na sequência, a caixa A, com a pedra amarela, valendo dois pontos. E, valendo apenas um ponto, a pedra rosa, na caixa C, menos votada.  Com isso, Any arrecadou 567 pontos e Pyong ficou em segundo lugar, com 483. 

Já Mirella, a Gêmea Lacração, não  esteve entre os finalistas, mas acabou ganhando o prêmio de R$ 250 mil, já que foi escolhida pelo público do exílio, com 79,33% dos votos.  Durante a passagem pela Ilha Record, Mirella mostrou várias facetas de uma mulher surpreendente. De “alga marinha” a “planta carnívora”, ela foi para o Exílio, voltou para a Vila como Comandante, venceu uma das Provas em Equipe.