logo
Foto: Reprodução Instagram / Foto: Reprodução Instagram /
Entretenimento 18/07/2021

“Ela chorou, e chorou, e chorou”, disse Harry sobre Meghan Markle após denúncias de assédio moral

Assessores da realeza britânica confirmaram terem sido vítimas de assédio moral por parte de Meghan Markle em 2018.

“Isso é de partir o coração. Eu a abracei, conversamos, ela chorou, e chorou, e chorou”, disse o príncipe Harry sobre Meghan Markle.

O príncipe Harry relembrou uma situação triste que viveu com Meghan Markle quando eles ainda eram membros da Coroa e moravam na Inglaterra. “Fui acordado no meio da noite com ela chorando em seu travesseiro porque ela não queria me acordar, porque eu ‘já estava carregando coisas demais’. Isso é de partir o coração. Eu a abracei, conversamos, ela chorou, e chorou, e chorou”.

Harry revelou a informação na série documental ‘The Me You Can’t See’, da Apple TV. O duque de Sussex também falou sobre a reação comovente de sua esposa Meghan Markle e sobre as acusações de assédio moral feitas contra ela por assessores do palácio, que foram relatadas pelo The Times dias antes da entrevista bombástica dela e de Harry na Oprah.

Harry falou sobre o que estava acontecendo em casa durante essa época, dizendo que encontrou Meghan chorando por causa do “esforço combinado da Coroa e da mídia britânica para difamá-la”.

Leia mais sobre a Família Real britânica:

Na época alegações de assédio moral, um porta-voz dos Sussex negou as alegações, dizendo: “A duquesa está entristecida por este último ataque a sua personagem, especialmente como alguém que foi alvo de bullying e está profundamente comprometida em apoiar aqueles que experimentaram dor e trauma. Ela está determinada a continuar seu trabalho construindo compaixão em todo o mundo e continuará se esforçando para dar o exemplo de fazer o que é certo e fazer o que é bom”.

A equipe de Meghan e Harry também negou as alegações em um comunicado diretamente ao The Times, dizendo: “Vamos chamar isso do que é: uma campanha de difamação calculada com base em desinformação enganosa e prejudicial. Estamos desapontados em ver este retrato difamatório da Duquesa de Sussex receber credibilidade por um meio de comunicação. Não é coincidência que acusações distorcidas de vários anos com o objetivo de minar a duquesa estejam sendo informadas à mídia britânica pouco antes dela e do duque devem falar abertamente e honestamente sobre sua experiência nos últimos anos”.