logo
Foco
/ GovSP/Divulgação/Fotos Públicas / GovSP/Divulgação/Fotos Públicas
Foco 27/08/2021

Covid-19: Doria diz que idosos de 90 a 80 anos e imunossuprimidos começam a receber reforço dia 6

Todos acima de 60 anos receberão o reforço; calendário ainda não foi divulgado.

Por : Metro World News

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (28) que os idosos de 90 a 80 anos começarão a receber a dose de reforço contra a covid-19 a partir do próximo dia 6 de setembro. Neste mesmo grupo, estarão os imunossuprimidos.

O anúncio oficial da medida já havia sido feito pelo governo paulista na última quarta-feira (25), mas ainda não tinham sido divulgadas as datas de aplicação e como o grupo seria dividido. A decisão foi tomada em função do aumento do número de casos de covid-19 causados pela variante delta, que já se tornou dominante em quase todos os estados do país.

Leia também:

Segundo o governador, todas as pessoas acima de 60 anos que tomaram a vacina há pelo menos seis meses receberão esse reforço, mas, incialmente, a imunização começará com a faixa etária de 90 a 80 anos. O calendário para os demais grupos ainda será divulgado.

O governo diz que essa dose de reforço será feira com a marca de vacina que estiver disponível, independente daquelas que a pessoa já tenha tomado na primeira e segunda dose.

O governo anunciou também que vai diminuir o tempo de aplicação entre a primeira e segunda dose da vacina contra covid-19.

Plano Nacional de Imunização

O Ministério da Saúde já havia informado que iniciará na segunda quinzena de setembro a aplicação da dose de reforço contra covid-19 em todos os imunossuprimidos após 28 dias da segunda dose e também para pessoas com mais de 70 anos vacinados há seis meses.

O PNI também decidiu reduzir o intervalo entre as doses da Pfizer e da AstraZeneca, de 12 para 8 semanas.