Foco

Preso por agredir a ex-mulher, DJ Ivis tem novo pedido de habeas corpus negado pela Justiça

Artista está preso desde o último dia 14 de julho e já virou réu pelo caso.

O Tribunal de Justiça do Ceará negou um novo pedido de habeas corpus feito pela defesa do DJ Ivis, preso após a divulgação de vídeos em que aparece agredindo a ex-mulher Pamella Holanda. O Ministério Público denunciou o artista pelos crimes de violência física, psicológica, patrimonial e moral, o que foi aceito e ele se tornou réu.

O DJ está desde o último dia 14 de julho no presídio Irmã Imelda Lima Pontes, no município de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. A prisão ocorreu depois que a ex-mulher do artista divulgou imagens nas redes sociais na qual era agredida pelo então companheiro. É possível ver que ela levava tapas, socos e era jogada no chão.

Leia também:

  1. Esteticista é achada morta dois dias depois de sair de casa para atender suposto cliente, no RJ
  2. VÍDEO: homem pula em janela de carro desgovernado e consegue evitar acidente
  3. Menina de 11 anos morre após ser espancada no litoral de São Paulo; mãe é principal suspeita

Na ocasião, Pamella disse que a violência começou no ano passado e que uma das agressões ocorreu enquanto ela estava grávida de seis meses. Ela conseguiu na Justiça uma medida protetiva que proíbe o DJ de se aproximar dela.

No dia 19 de julho, a Justiça já tinha negado um pedido de soltura dele. Desta vez, a negativa veio da 1ª Câmara Criminal que, por dois votos contra um, decidiu manter a prisão do artista.

Denúncia

O Ministério Público denunciou DJ Ivis pelos crimes de violência física, psicológica, patrimonial e moral contra a ex-mulher, que são previstos na Lei Maria da Penha. A Justiça do Ceará aceitou a denúncia no dia 28 de julho e ele virou réu.

Segundo o MP, neste momento, o processo segue em andamento e «aguarda a citação do réu para apresentação da defesa».

Desculpas

Após grande repercussão sobre o caso, Ivis apareceu em vídeos nas redes sociais pedindo desculpas e assumindo que errou.

Mesmo assim, o DJ foi afastado pela produtora em que trabalhava, perdeu contrato com a gravadora Sony e teve parcerias com músicos canceladas. Ele também teve as músicas excluídas de aplicativos.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos