Foco

Justiça do Ceará nega pedido de habeas corpus para DJ Ivis

Artista está preso após vídeos em que aparece agredindo a ex-mulher

O Tribunal de Justiça do Ceará negou um pedido de habeas corpus feito pela defesa do DJ Ivis, preso após a divulgação de vídeos em que aparece agredindo a ex-mulher Pamella Holanda. A negativa de soltura do artista ocorreu no último fim de semana.

O DJ está preso desde a última quarta-feira (14). Após uma audiência de custódia, ele foi levado da Delegacia de Capturas para o Presídio Irmã Imelda Lima Pontes, na região metropolitana de Fortaleza, onde permanece em uma área de triagem.

Leia também:

  1. Cidade de São Paulo pode bater os 4ºC nesta terça-feira, diz previsão
  2. Presa mulher que se passava por médica no Rio de Janeiro; verdadeira profissional gravou o flagrante
  3. Mulher é atacada por Pitbull em Pernambuco; veja vídeo

Após a negativa da soltura, a defesa ainda não informou se vai fazer um novo pedido de habeas corpus. O caso segue tramitando em segredo de Justiça.

Já as investigações sobre as agressões continuam em andamento. Até agora, sete testemunhas foram ouvidas pela polícia, entre elas estão uma babá que presenciou os atos de violência e um funcionário do DJ.

Ivis deve responder a dois inquéritos: um em Fortaleza após a divulgação dos vídeos de agressões e outro na cidade de Eusébio, onde Pamella havia registrado um boletim de ocorrência. A polícia diz que o artista foi preso para garantir a ordem pública e para evitar uma possibilidade de fuga.

Agressões

A ex-mulher do DJ divulgou imagens nas redes sociais na qual era agredida pelo então companheiro. É possível ver que ela levava tapas, socos e era jogada no chão.

Pamella disse que a violência começou no ano passado e que uma das agressões ocorreu enquanto ela estava grávida de seis meses. Ela conseguiu na Justiça uma medida protetiva que proíbe o DJ de se aproximar dela.

Defesa

Após grande repercussão sobre o caso, Ivis apareceu em vídeos nas redes sociais pedindo desculpas e assumindo que errou.

Mesmo assim, o DJ foi afastado pela produtora em que trabalhava, perdeu contrato com a gravadora Sony e teve parcerias com músicos canceladas. Ele também teve as músicas excluídas de aplicativos.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos