Entretenimento

Membros da Coroa têm buscado advogados sobre a quinta temporada de ‘The Crown’

Embora seja ficção, as fontes do The Sun relataram que membros da realeza têm aconselhado a Rainha sobre providências judiciais que podem ser tomadas.

A quinta temporada de ‘The Crown’ ainda nem estreou, mas já tem dado muito o que falar. Não só pelos acontecimentos que vai retratar, cada vez mais contemporâneos, mas também sobre o que pode estar no roteiro. Fontes revelaram ao jornal britânico The Sun que membros do círculo interno da família real têm procurado escritórios de advocacia para revisar seus direitos legais e quais opções eles para o caso da série original da Netflix vir a “manchar suas imagens”.

‘The Crown’ começou retratando o início do reinado da Rainha Elizabeth II, por volta de 1950, quando a maioria dos membros atuais da realeza ainda não haviam nascido. Conforme as temporadas avançam, a série de Peter Morgan se aproxima ainda mais dos dias atuais. A próxima temporada, a quinta, deve retratar eventos muito mais recentes, incluindo os últimos anos da vida da princesa Diana nos anos 90. “Esta série será a mais polêmica de todos os tempos”, disse uma fonte ao The Sun. “Trata-se de eventos que ainda são incrivelmente cruéis para muitos”, finalizou.

Leia mais

De acordo com o The Sun, membros do círculo interno da família real têm procurado os principais escritórios de advocacia, incluindo os escritórios preferenciais da Rainha (Farrer & Co e Harbottle & Lewis), para revisar seus direitos legais e quais opções eles têm se ‘The Crown’ apresenta alguma informação que possa vir a “manchar suas imagens”.

Embora o drama ficcional histórico da Netflix seja ficção, as fontes do The Sun relataram que tais membros da realeza têm aconselhado a própria Rainha Elizabeth sobre providências judiciais que podem ser tomadas. “Amigos da família real buscaram aconselhamento jurídico. O conselho que receberam também se aplica à Família Real. Embora este não seja um conselho jurídico direto dado à Rainha e sua família, eles foram informados sobre esse conselho.”

No começo do mês, uma amiga pessoal de Lady Di, que prestava serviço de consultoria histórica para os roteiristas da série pediu que seu nome fosse retirado dos créditos. Jemima Khan não concordou com a versão de Lady Di apresentada na quinta temporada de ‘The Crown’. A ex-jornalista e amiga da princesa Diana foi escalada pela equipe de Peter Morgan para ajudar na finalização do roteiro, de acordo com sua entrevista ao The Sunday. O trabalho dela era descrever com precisão os últimos anos da vida de Lady Di, já que ela era uma pessoa próxima à princesa. De acordo com informações da imprensa britânica, Jemima Khan desistiu do trabalho em conjunto com a Netflix por não concordar com a forma como Diana estava sendo retratada.

De acordo com o The Times, Jemima estava trabalhando com a equipe da série original da Netflix de setembro de 2020 até fevereiro deste ano. Ela opinou sobre diversas cenas, inclusive sobre a roteirização do romance de Lady Di com o médico cirurgião cardíaco Hasnat Khan e com seu último namorado, o magnata egípcio Dodi Al-Fayed. Ela também teria realizado um relato de sua percepção sobre as visitas da princesa ao Paquistão e também sobre o episódio da entrevista Panorama, da BBC, na qual Lady Di disse em rede nacional que era traída pelo príncipe Charles.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos