Entretenimento

‘Malhação’ é confirmada na programação da Globo, mas quer histórias mais reais

A nova temporada está sendo produzida e um novo elenco está sendo montado do zero. A história acontecerá na Zona Norte do Rio de Janeiro

“Malhação” é uma das produções mais antigas da Globo e conta com 27 temporadas. No entanto, desde que a pandemia começou e a emissora iniciou algumas mudanças na grade de programação, a novela teen teve seu futuro incerto. 

Mas, a direção da Globo decidiu que uma nova temporada será lançada em 2022. Porém, a nova história de “Malhação” não será aquela que foi escrita por Priscila Steinman e Márcia Prates, que se chamaria “Transformação” e estava com quase todo o elenco jovem e adulto definido. 

A trama inédita será dirigida por Paulo Silvestrini e mudará radicalmente o enredo, já que a história deixará os bairros ricos do Rio de Janeiro e buscará falar da sociedade mais carente e dos alunos que estudam em escolas públicas. A nova “Malhação” será ambientada na Zona Norte do Rio de Janeiro,e, também, em uma escola que é considerada uma das piores do Brasil. 

LEIA MAIS:

  1. Resumo: Dandara invade a cadeia para encontrar o pai de seu filho, em ‘Malhação’
  2. Pedro é eliminado do ‘MasterChef’ em noite de ‘aulão de gastronomia’
  3. Lucas Penteado assume depressão e fala da vida após o BBB 21
  4. ‘A Fazenda’: Veja quem está na primeira roça do reality e pode deixar o programa

Os testes para o novo elenco já começaram e a direção da trama está em busca de  um menino e duas meninas para interpretar os protagonistas. A mudança radical em “Malhação” acontece após a mudança dos autores, que agora são os irmãos gêmeos Marcos e Eduardo Carvalho, do Morro do Salgueiro. Eles estreiam na Globo após vencerem o Candango de Melhor Direção com o curta “Chico”, no festival de Brasília de 2017.

“Malhação” é uma novela de gerações 

A primeira edição de “Malhação” estreou em 1995, marcando a geração da época com os personagens Mocotó, Bella, Romao, Dado, Héricles, Luiza e July, entre outros. Escrita por Emanuel Jacobina e Andréa Maltarolli, o drama tinha Dalton Mello como Héricles Barreto, um jovem ingênuo que chegou do interior para estudar no Rio de Janeiro e vai trabalhar numa academia chamada Malhação. 

Alguns anos depois, as tramas se desgastaram e a Globo não sabia o que fazer com a trama. Um time de roteiristas foi chamado para remodelar tudo, e em outubro de 1999 estreou a Malhação: Múltipla Escolha, que tinha um formato mais próximo das novelas, e focava não apenas nos jovens mas em seus pais, numa forma de atrair a audiência adulta.

A temporada de maior audiência foi a 11ª, de janeiro de 2004 a janeiro de 2005, com o sucesso da Vagabanda, em torno do casal Letícia e Gustavo. O capítulo de maior audiência marcou pico de 42 pontos, e mostrava uma fã do roqueiro Gustavo tentando matar a protagonista jogando-a do alto de um prédio.

A 15ª temporada foi a mais longa da história, transmitida entre outubro de 2007 a janeiro de 2009, marcando a história da novela com mudanças drásticas como o fim do Múltipla Escolha, que foi substituído pelo colégio Ernesto Ribeiro. Essa temporada só foi longa, porque a temporada anterior foi considerada um fracasso, e terminou mais cedo que o esperado.

A temporada de maior audiência foi a 11ª, de janeiro de 2004 a janeiro de 2005, com o sucesso da Vagabanda, em torno do casal Letícia e Gustavo. Um dos destaques também foi a 25ª edição, Malhação: Viva a Diferença, entre 2017 e 2018, abordando temas de cunho social como assédio sexual, racismo, gravidez na adolescência, entre outros.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos