Social

Viagem de jovem para encontrar o namorado em outro país termina em tragédia

Após atravessar um oceano para encontrar o homem por quem se apaixonou em um aplicativo de namoro, ela acabou tendo um final trágico.

Ashley e Jack se conheceram em um aplicativo de namoro

Uma jovem viu seu conto de fadas se transformar em um pesadelo. Após viajar mais de 7 mil quilômetros para encontrar o homem por quem se apaixonou em um aplicativo de namoro, Ashley Wadsworth foi brutalmente assassinada.

Ashley viajou do Canadá para o Reino Unido na esperança de conhecer pessoalmente Jack Sepple, relata a notícia publicada pelo Meganoticias.

No entanto, no dia 1º de fevereiro a jovem de 19 anos foi encontrada morta com múltiplas facadas no apartamento de Jack, localizado em Chelmsford, próximo a Londres. Ele foi preso pela polícia local e acusado pelo assassinato de Ashley.

Eles se conheceram pela internet

A viagem para o Reino Unido foi a primeira vez em que a jovem saiu de seu país natal. Ashley tomou essa decisão por querer conhecer pessoalmente seu namorado, com quem conversava por meio de um aplicativo para namoro.

Durante os primeiros dias de viagem Ashley compartilhou diversos registros dos passeios em suas redes sociais. Ela foi vista passeando por Londres e dividindo momentos, aparentemente, alegres com Jack.

No entanto, logo foi possível perceber que havia algo errado. A jovem, que inicialmente planejava permanecer no Reino Unido até o mês de abril, mudou seus planos e agendou uma passagem de volta para o Canadá para o dia 3 de fevereiro, apenas dois dias depois da data em que foi assassinada.

Confira também:

Em declaração ao Daily Mail, Ana-Marie Taylor, uma das amigas de Ashley, relatou que o relacionamento do casal desandou durante a viagem. “Ela diminuiu o tempo de viagem porque as coisas não estavam indo bem. Ela realmente o amava... Tudo foi incrível no começo”.

Durante uma primeira audiência, realizada via chamada de vídeo, Jack Sepple compareceu ao Tribunal de Chelmsford, onde sem aparentar emoções apenas confirmou seu nome perante a justiça. Ele agora permanecerá sob custódia ao menos até o próximo mês.

Nas redes sociais, os familiares de Ahsley relembraram os momentos com a jovem. “Minha pobre irmãzinha, faremos justiça... Eu te amo muito e sinto sua falta todos os dias”, escreveu Hailey Wadfworth, irmã de Ashley.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos