Social

‘Caverna dos horrores’ é descoberta com milhares de ossos humanos e animais

O local foi descoberto recentemente por arqueólogos que identificaram diversos ossos humanos e animais na caverna de lava,

Caverna de ossos é descoberta na Arábia Saudita

Arqueólogos foram responsáveis pela descoberta de uma caverna subterrânea na Arábia Saudita. No local foram localizadas diversas ossadas humanas e animais que os arqueólogos acreditam terem sido levadas até lá por hienas.

Segundo publicação feita pelo The Mirror, os responsáveis pela descoberta foram o Dr. Mathew Stewart, do Instituto Max Planck de Ecologia Química, e sua equipe de pesquisa. Eles sugerem que a caverna Umm Jirsan, na Arábia Saudita, vem recebendo as ossadas nos últimos 7000 anos.

A caverna é parte de um sistema sinuoso de tubos de lava criados pela atividade vulcânica. Essa estrutura vem sendo estudada pelos pesquisadores a mais de 10 anos e somente nos últimos meses os ossos encontrados em seu interior foram estudados.

Segundo as pesquisas, os ossos pertencem a humanos e 14 tipos de animais, como gado, cavalos e roedores.

A caverna foi localizada no subterrâneo dos campos vulcânicos de Harrat Khaybar

Com aproximadamente 1,6 km de extensão este é o tubo mais longo dos campos vulcânicos de Harrat Khaybar. Segundo o Dr. Mathew, “Este tubo de lava está repleto de centenas de milhares de restos de animais preservados”.

Sua equipe foi responsável por analisar a localização e a frequência dos cortes e arranhões nos ossos para descobrir como eles chegaram até o local, e concluíram que eles foram levados à caverna por hienas listradas, uma espécie nativa do Oriente Médio.

Confira também:

Segundo os estudiosos, os animais são ávidos coletores de ossos, que os trazem para suas tocas para alimentar os filhotes ou armazenar para uso posterior.

A hipótese foi reforçada uma vez que a equipe também localizou ossadas de hienas listradas bem como excrementos fossilizados.

Durante as investigações realizadas no local, uma equipe de pesquisadores, em 2013, disse ter ouvido sons de rosnado no local, sugerindo que a visita dos animais à caverna continuava ocorrendo.

Para o Dr. Mathew, os ossos localizados na caverna são excepcionalmente bem preservados. “O material localizado em Umm Jirsan acumulou-se nos últimos 7000 anos, atestando as excelentes condições para a preservação dos ossos dentro do tubo de lava. Em uma região onde a preservação óssea é muito precária, locais como esse oferecem um novo recurso de estudo”

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos