logo
Social
/ Representação / The Mirror / Representação / The Mirror
Social 14/09/2021

Homem de 47 anos confessou o assassinato da própria mãe

Eduardo Chiarolanza morava com sua mãe na época em que ocorreu o crime.

Um homem de 47 anos teria confessado o assassinato da própria mãe. Eduardo Chiarolanza teria matado e desmembrado Eleonora Di Vicino, 85 anos. Partes do corpo da mulher foram encontradas espalhadas em sacolas de compras pela cidade de Nápoles.

Segundo o The Mirror, Eleonora já havia sido dada como desaparecida depois que um conhecido e de sua irmã fora buscar ajuda da polícia no final do mês de agosto, após não terem notícias suas.

Durante as investigações, sacolas de compras foram localizadas contendo restos mortais, que mais tarde foram identificados como sendo de Eleonora.

Após uma investigação inicial, os policiais determinaram que Eduardo era o principal suspeito de ter cometido o crime. Na época do ocorrido, ele estava morando com sua mãe em um apartamento na cidade italiana de Nápoles.

Homem que admitiu assassinato da própria mãe poderia ter transtornos mentais

Amigos e familiares de Eleonora e Eduardo, disseram à polícia que o homem sofria de problemas psicológicos há alguns anos, desde quando ficou desempregado.

O homem inicialmente negou ter qualquer tipo de envolvimento com o crime brutal, mas no dia 10 de setembro ele teria confessado que assassinou e desmembrou o corpo de sua mãe. Ele teria sido preso pela polícia enquanto as investigações seguem em andamento.

Segundo informações da polícia, foram encontrados vestígios de sangue no apartamento que Eduardo dividia com sua mãe. Estes indícios apontam para uma provável cena do crime.

Confira também:

A polícia agora trabalha para determinar exatamente quando ocorreu o assassinato e onde foram deixadas as demais partes do corpo da idosa, todas supostamente colocadas em sacolas de compra retornáveis e descartadas.

No momento, a equipe está utilizando cães farejadores para auxiliar na localização. A investigação permanece em andamento.