Foco

Homem que estuprou jovem deixada desacordada em rua pega 10 anos de prisão, em Minas Gerais

Amigo da jovem de 22 anos que a colocou em carro de aplicativo também foi julgado e inocentado

Suspeito pelo crime está preso

A Justiça de Minas Gerais condenou Wemberson Carvalho da Silva, de 47 anos, pelo estupro de uma jovem deixada desacordada em uma rua, em Belo Horizonte, em julho do ano passado. Câmeras de segurança registraram quando ele a pegou e levou até um campo de futebol, onde cometeu o crime. O amigo da vítima que a colocou em um carro de aplicativo, também foi julgado.

Silva está preso no Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, desde o ano passado. Ele foi condenado a 10 anos, 8 meses e 10 dias de prisão em regime fechado durante julgamento na 10ª Vara Penal de Belo Horizonte. A defesa dele não foi encontrada para saber se pretende recorrer da decisão.

Também foi julgado o amigo da vítima, que estava com ela em um show e a colocou no carro de aplicativo. Ele era acusado de estupro de vulnerável por omissão imprópria e abandono de incapaz. Porém, ele foi considerado inocente.

Recomendados

Já o motorista de aplicativo, que deixou a jovem sozinha e desacordada na rua, foi denunciado por omissão de socorro. O processo foi enviado para outro estado e ainda não foi julgado.

Relembre o caso

A jovem esteve no show do cantor Thiaguinho, no dia 29 de julho de 2023, no Mineirão, com amigos e colegas de trabalho. Na ocasião, acabou fazendo o consumo de bebidas alcóolicas.

Assim, na hora de voltar para casa, já na madrugada do dia 30 de julho, um amigo chamou um carro de aplicativo usando o celular dela e compartilhou o trajeto da viagem com o irmão da mulher, que estava em casa. O rapaz, no entanto, não ouviu os chamados do condutor, pois, segundo a família, sofre de asma e tinha feito o uso de antialérgicos, que causam muito sono.

Imagens de câmeras de segurança mostraram o momento em que o motorista de app chegou a tocar a campainha da casa e aguardou por cerca de 10 minutos. No entanto, como ninguém respondeu, ele deixou a jovem na rua, desacordada, e foi embora. Depois disso, Wemberson Carvalho da Silva, que passava no local, pegou a vítima no colo e a levou até um campo de futebol, onde a estuprou.

A vítima só acordou na manhã seguinte, quando os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram ao local onde ela havia sido deixada. A jovem estava coberta por um pano, com a calça e a calcinha abaixada até o joelho. Ela disse aos socorristas que não se lembrava de nada.

Ela foi levada por parentes ao hospital e um exame comprovou que tinha sido estuprada. Os parentes da jovem passaram a procurar por imagens de câmeras de segurança do bairro para tentar descobrir o que tinha acontecido com a jovem. E encontraram os vídeos que mostraram ela sendo deixada e depois sendo carregada pelo suspeito de estupro.

As imagens foram entregues à polícia, que identificou Silva, morador do bairro. Ao ser preso, ele negou que tenha estuprado a vítima e disse que a levou até o campo de futebol “por ser mais seguro”. No entanto, segundo a polícia, ele passou pelo menos três horas com a vítima, enquanto ela permanecia desacordada.

Imagens da câmera de segurança mostram o estuprador carregando a jovem, em BH

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos