Foco

Anvisa pede à Janssen informações sobre uso de dose de reforço

Objetivo é coletar subsídios para avaliar necessidade de outra dose

Representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da farmacêutica Janssen, do conglomerado estadunidense Johnson & Johnson, reuniram-se hoje (27) para discutir a troca de informações sobre o uso da dose de reforço.

A Anvisa solicitou da empresa o compartilhamento dos estudos realizados sobre a aplicação dessa proteção adicional. Os integrantes do órgão pediram que o repasse de informações ocorra à medida que sejam concluídos, no processo chamado de submissão contínua.

Leia também:

É impossível garantir que não haverá mais crime, diz diretor do BC após mudanças no Pix

VÍDEO: Tiroteio deixa feridos e causa pânico em shopping na região central do Recife

Sobe para 5 o número de mortos em incêndio em Barueri, na Grande SP

Segundo comunicado da agência, o objetivo é coletar subsídios para avaliar as possibilidades e a demanda por uma dose de reforço no caso do imunizante. Essas informações podem auxiliar no possível replanejamento do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Diferentemente de outras vacinas, a Janssen tem o ciclo vacinal completo somente com uma dose, e não com duas.

Pfizer

Representantes da Anvisa também se reuniram com integrantes da farmacêutica Pfizer para dar continuidade à troca de informações sobre a 2ª dose do imunizante. Foram apresentados e compilados os dados que são públicos, sem novas informações por parte do laboratório.

A Anvisa deseja reunir dados tanto de testes da própria Pfizer quanto de pesquisas realizadas por instituições públicas e privadas para avançar na análise sobre a necessidade e conveniência sobre a dose de reforço.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos