logo
Foco
/ Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil / Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
Foco 28/07/2021

Governo de São Paulo adianta datas de vacinação contra covid-19; confira novo calendário

Previsão, segundo o governador, é que todos os adultos até 18 anos recebam a primeira dose até o dia 16 de agosto

Por : Metro World News

O governo do Estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (dia 28), durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, que vai adiantar as datas de vacinação contra a covid-19.

A previsão, segundo o governador João Doria (PSDB), é que todos os adultos até 18 anos recebam a primeira dose até o dia 16 de agosto – o chamado “Dia da Esperança” pela administração estadual. A previsão inicial era dia 20.

Leia também:

Governo de SP amplia horário de funcionamento e capacidade do comércio

Estação do Metrô de SP vai acolher pessoas em situação de rua durante frente fria

Cidade de São Paulo segue vacinando pessoas com 29 anos nesta quarta-feira

Quanto aos adolescentes de 12 a 17 anos, Doria garantiu o início da imunização no dia 18 de agosto, começando com aqueles que têm algum tipo de comorbidade. A data anterior era 23 de agosto.

Veja como fica o novo calendário de vacinação do Estado:

  • De 19 a 29 de julho: 30 a 34 anos
  • De 30 de julho a 4 de agosto: 28 e 29 anos
  • De 5 a 9 de agosto: 25 a 27 anos
  • De 10 a 16 de agosto: 18 a 24 anos
  • De 18 a 29 de agosto: 12 a 17 anos com comorbidades, deficiências, gestantes e puérperas
  • De 30 de agosto a 5 de setembro: 15 a 17 anos
  • De 6 a 12 de setembro: 12 a 14 anos

O governador disse que o adiantamento só foi possível graças a aquisição de mais 4 milhões de doses da CoronaVac, destacando o “senso de urgência e de respeito pela vida dos brasileiros que vivem em São Paulo”.

A coordenadora do Centro de Controle de Doenças do Estado, Regiane de Paula, ressaltou os números registrados pelo Vacinômetro até o início da tarde, que dão conta de que 76,15% da população com mais de 18 anos em São Paulo já conta com, pelo menos, uma dose da vacina.

Números da pandemia no Estado

Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

A taxa de ocupação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Estado é hoje de 53%. Hoje há menos de 6 mil pessoas internadas em estado grave, número que não se via desde 19 de janeiro. Já na Grande São Paulo, a taxa é de 49%.

Na comparação entre as duas últimas semanas epidemiológicas, houve queda de mais de 20% nos casos, 18% em internações e 9% em óbitos.

O secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, relacionou as quedas dos três indicadores à aceleração da vacinação.

Flexibilização das atividades comerciais

Durante a coletiva de imprensa, o governo afirmou ainda que, a partir de 1º de agosto, o horário limite das atividades econômicas passará das 23h para meia-noite. Quanto à ocupação, o salto será dos atuais 60% para 80%. As medidas valerão até o dia 16.

Já no dia 17, com todos os adultos já tendo recebido a primeira dose do imunizante, não haverá mais limite de horário ou ocupação em espaços comerciais.

A secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patrícia Ellen, afirmou que todos os protocolos sanitários devem continuar mesmo com a flexibilização – uso de máscaras, distanciamento de pelo menos um metro e uso de álcool em gel.