Estilo de Vida

O registro intrigante captado pelo Telescópio James Webb da NASA no espaço; confira

Telescópio pode ter encontrado a luz estelar mais distante que já vimos.

Telescópio James Webb da NASA

Em um novo registro impressionante, o Telescópio James Webb da Agência Espacial Americana (NASA) pode ter encontrado recentemente a luz estelar mais distante que já vimos.

Como detalhado pela NASA, por meio de comunicado, os fótons que Webb avistou desta galáxia deixaram seus limites brilhantes há muito tempo, antes de quase tudo.

Essa bolha vermelha e embaçada que estamos vendo é a aparência desta galáxia apenas 300 milhões de anos depois que o universo surgiu.

O registro intrigante captado pelo Telescópio James Webb da NASA no espaço

Como detalhado pela NASA, a cada observação profunda, a cada grande retrocesso, o telescópio nos aproximará do Big Bang, revelando fracas galáxias após galáxias.

O novo registro foi divulgado recentemente pela instituição nas redes sociais e acabou viralizando entre os usuários. Confira postagem:

A imagem reveladora captada pela NASA recentemente

Também foi divulgado recentemente outro registro importante captado pelo Telescópio James Webb da NASA.

Como detalhado pela NASA, a nova imagem do aglomerado M92 foi feita utilizando dois equipamentos importantes do explorador espacial: Near-IR Imager e Slitless Spectrograph (NIRISS).

A impressionante imagem composta foi processada utilizando filtros NIRISS F150W (1500 nm) e F090W (900 nm).

Ainda de acordo com as informações, M92 é um dos aglomerados globulares mais brilhantes da Via Láctea e é visível a olho nu sob boas condições de observação. Confira postagem:

Texto com informações da Agência Espacial Americana

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos