Estilo de Vida

Assista o vídeo: as travessuras de um ‘cachorrinho’ fizeram sua família precisar trocar de sofá por três vezes

Sem ter a menor noção de seu tamanho, o Dogue Alemão gosta de passar seu tempo dividindo o sofá com a família.

Larry adora um colo, apesar de seu tamanho.

Um Dogue Alemão de quase 2 metros não tem a menor noção de seu tamanho e “pensa que é um cachorro de colo”. Por gostar de pular no sofá para deitar no colo de seus donos, a família já teve uma despesa de, aproximadamente, R$14.000 com novos móveis.

Conforme a publicação realizada pelo The Mirror, Larry, um Dogue Alemão de três anos, mede aproximadamente 1,80m quando fica em pé em suas patas traseiras.

Sua tutora, Beth Kempen, tem certeza de que ele ainda pensa que é pequeno o bastante para se deitar no colo da família.

Por conta do peso de Larry e por seu gosto em pular no sofá, a família precisou trocar por diversas vezes os encostos, braços e bancos de três poltronas reclináveis, antes de finalmente conseguirem comprar uma que suporte o peso do animal. O móvel foi delicadamente apelidado de “à prova de Larry”.

Além de gostar de dormir no colo dos donos e pegar comida da prateleira acima da geladeira, Larry tem seu próprio quarto, com direito a uma cama de casal.

A página de Larry no Instagram é um sucesso

Em sua página no Instagram, seus tutores compartilham diversos vídeos mostrando momentos engraçados de Larry e sua família. Ao todo, o ‘pequeno’ Dogue Alemão já conta com mais de 103 mil seguidores.

Os vídeos mostram as travessuras, e os momentos relaxantes, de Larry. Beth explicou que o animal adora abraçar a todos da família, incluindo Madalynn, sua filha de 12 anos e que tem quase metade da altura e peso do cachorro.

“Eu sabia que esses cachorros eram grandes, mas é uma realidade diferente quando você está morando com um cachorro desse tamanho. Às vezes lutamos contra isso, mas quando ele quer pular, ele pula. Você nunca sabe quando ele vai fazer isso e ele não vai aceitar uma resposta negativa”, relata Beth.

Confira também:

Ela ainda reforça: “Ele vai fazer isso com toda a família, porque se for um colo, ele vai sentar nele”.

A tutora de Larry explicou que seu marido, Ken, sempre quis um cachorro maior. Por este motivo eles optaram por Larry. Por pensar que não poderiam segurá-lo no colo depois de grande, a família aproveitou todo tempo que pode com ele no colo enquanto filhote.

“Isso meio que explodiu na nossa cara porque agora ele precisa ser abraçado o tempo todo. Essa poltrona é a nossa quarta em três anos. Já tivemos poltronas que desmoronaram por causa do peso de Larry em cima de quem está sentado”, relata Beth.

Os vídeos de Larry pulando em Ken conquistaram os seguidores e já foram visualizados mais de 1,6 milhões de vezes.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos