Seis curiosidades sobre o veganismo que você não sabia

Por Camilla Viegas

Segundo a Academia Nacional de Nutrição e Dietética (AAND), instituição americana respeitada quando o assunto é alimentação, uma dieta vegana é comprovadamente benéfica para a saúde. Mas, não se trata somente de comida. Os motivos que levam uma pessoa a ser vegana são éticos, ambientais e também ligados à saúde.

“Quando visto de longe, o veganismo pode parecer um fardo, uma série de sacrifícios, mas quando se descobre do que ele se trata, a pessoa percebe que ser vegan é uma delícia, muito melhor e mais interessante do que ser uma pessoa não vegana”, disse Robson Fernando de Souza, autor do livro “Veganismo: as muitas razões para uma vida mais ética”.

O termo “veganismo” não é algo novo
A palavra veganismo foi usado pela primeira vez em 1944, por Donald Watson. Ele queria definir um tipo de vegetarianismo ainda mais restrito, que exclui todos os alimentos derivados de animais por razões éticas. Por isso, é diferente do vegetarianismo, que permite alimentos de origem animal, porém somente os que não implicam sacrifício dos animais.

 

Leia mais:

 

vegano Foto: Pexels / Bulbfish

O primeiro livro de receitas foi publicado em 1910
“No animal food: two essays and 100 recipes” foi escrito pelo britânico Rupert H. Wheldon

Desde a Grécia antiga
Os relatos mais antigos nos contam que o filósofo e matemático grego Pitágoras foi um defensor de uma alimentação vegetal. Segundo ele, a alimentação humana deveria ocorrer sem derramamento de sangue. O termo “dieta pitagórica” é usado como sinônimo de uma dieta vegana.

Não se trata só de comida
Veganos não somente não comem carne. Couro, cosméticos e remédios testados em animais são rejeitados da vida de qualquer pessoa que se considera vegana.

Ser vegano não te faz emagrecer
Diferentemente do que se pode pensar, apesar de ter muita gordura, há muitas dietas para emagrecer que incluem a carne. Então, não necessariamente uma dieta a base de vegetais vai te fazer emagrecer. O objetivo em ser vegano não é a perda de peso, até porque muita dietas incluem sobremesas, doces e alimentos fritos.

Os veganos têm uma vida sexual mais satisfatória
Estudos comprovam que eliminar carne vermelha da dieta faz com que você tenha uma vida sexual com mais qualidade do que os carnívoros. Um estudo do Departamento de Ciências Ambientais, Política e Gestão da Universidade de Berkeley constatou que dietas ricas em vegetais podem influenciar positivamente os níveis hormonais ligados ao desempenho sexual.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo