Entretenimento

Meghan e Harry falam sobre a morte do Arcebispo Desmond Tutu, que foi Prêmio Nobel da Paz

Os Sussex conheceram o Arcebispo Desmond Tutu em uma viagem oficial à África do Sul, quando ainda eram membros da realeza.

Meghan Markle e o príncipe Harry divulgaram uma mensagem emocionante sobre a morte do Arcebispo Desmond Tutu. O arcebispo e defensor dos direitos humanos, que ajudou a acabar com o apartheid na África do Sul, morreu aos 90 anos no domingo, 26 de dezembro.

Após sua morte, Meghan e Harry compartilharam uma declaração conjunta explicando o que o ícone dos direitos civis significava para eles. “O arcebispo Tutu será lembrado por seu otimismo, sua clareza moral e seu espírito alegre. Ele era um ícone da justiça racial e amado em todo o mundo”, inicia o texto da mensagem.

“Faz apenas dois anos que ele segurou nosso filho, Archie, enquanto estávamos na África do Sul. ‘Arch and The Arch’, ele brincou, sua risada contagiante ecoando pela sala, relaxando qualquer um em sua presença. Ele continuou como nosso amigo e fará muita falta para todos”, compartilharam o duque e a duquesa de Sussex.

Leia mais

Meghan e Harry apresentaram o filho primogênito deles, Archie, ao arcebispo Tutu em setembro de 2019, durante a viagem real do casal à África do Sul. Antes do encontro antecipado, o casal postou vários vídeos com Archie no caminho para encontrar o Arcebispo Tutu nos Stories do Instagram em sua agora extinta conta Sussex Royal.

Depois do encontro, o casal postou uma foto em preto e branco de Archie junto com a legenda: “Obrigado, Arcebispo Tutu por sua hospitalidade incrivelmente calorosa, Archie adorou conhecê-lo!” - O duque e a duquesa.

Harry já havia conhecido o arcebispo Tutu durante uma viagem à África do Sul, em novembro de 2015, quando a realeza o presenteou com uma homenagem em reconhecimento aos seus serviços às comunidades do Reino Unido e à paz internacional.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos