Entretenimento

Teatro indígena ganha visibilidade através de nova plataforma digital

Primeiro espetáculo será apresentado nesta sexta-feira (26)

A Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo lança, nesta sexta-feira (26), a primeira plataforma digital de teatro indígena do Brasil. O lançamento de inauguração acontece às 17h, enquanto a primeira peça será encenada a partir das 19h, no site da plataforma Teatro e os povos indígenas, tepi.digital.

“O protagonismo indígena é essencial para o TePI. Mas pensamos fundamentalmente em obras de artistas indígenas ou que se relacionam com esse universo que trazem reflexões sobre o mundo e mostram pontos de vista ambientais, políticos e sociais para a reinvenção da vida”, diz a diretora artística Andreia Duarte.

O espetáculo que abre as portas virtuais da plataforma TePI é o chileno “TREWA – Estado-Nación o el espectro de la traición”, uma peça documental que conta a história de um assassinato vinculado a milícias e ao governo do Chile, para a construção de uma hidrelétrica em uma reserva mapuche. A direção é de Paula González Seguel, do povo mapuche.

A TePI é totalmente gratuita. Ela está dividida em cinco eixos: Mostra Artística (espetáculos, performances e leituras dramáticas), Encontros (conversas abertas, atos para a cura e práticas pedagógicas), Internacionalização (palestras abertas e encontros), Paisagem Crítica (textos, vídeos e encontro) e Publicações (lançamento de catálogo, e-book e dramaturgia inédita).

A plataforma tem programação prevista até março de 2022, no momento. Ao todo, são cerca de 70 atividades, entre vídeos e outros conteúdos.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos