Entretenimento

Depósito ultrassecreto guarda testamentos de membros falecidos da Família Real

Juiz da Suprema Corte britânica revela existência de cofre com testamentos de membros da realeza.

O testamento do príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth II, que morreu em abril deste ano aos 99 anos, está guardado no mesmo depósito secreto onde permanecem em segredo mais 32 outros testamentos de membros da realeza britânica. A informação é do juiz da Suprema Corte Sir Andrew McFarlane no Royal Courts of Justice. O cofre contém uma seleção exclusiva de testamentos reais que datam do príncipe Francis de Teck, em 1911.

De acordo com informações da revista People, o cofre é guardado em um compartimento secreto em Londres. Em setembro deste ano, por decisão da justiça britânica, o testamento do príncipe Philip será mantido em segredo até 2111. O juiz Sir Andrew McFarlane, que é presidente da Divisão de Família da Suprema Corte, afirmou: “Decidi que, devido à posição constitucional da soberana, é apropriado ter uma prática especial em relação aos testamentos reais. É necessário aumentar a proteção conferida a aspectos verdadeiramente privados da vida desse grupo limitado de indivíduos, a fim de manter a dignidade do soberano e dos membros próximos de sua família”.

Leia mais

O cofre onde está guardado o testamento do príncipe Philip, inclui também os testamentos da da mãe da Rainha Elizabeth, a falecida Rainha-Mãe, sua irmã Princesa Margaret e seu tio, o Duque de Windsor (também conhecido como Rei Edward VIII), que abdicou do trono britânico em dezembro de 1936.

Outros testamentos são mantidos dentro do cofre ultrassecreto revelado pelo Sir Andrew McFarlane, como incluem os do tio de Philip, Lord Louis Mountbatten da Birmânia, da Rainha Mary, a esposa do Rei George V, e da Princesa Beatrice, a filha mais nova e companheira próxima da Rainha Victoria .

“Agora sou o guardião de um cofre no qual há mais de trinta envelopes, cada um dos quais pretende conter o testamento selado de um membro falecido da família real”, afirmou McFarlane em setembro ao revelar a existência do cofre real durante um processo legal batalha sobre o sigilo dos últimos desejos do príncipe Philip, após sua morte em 9 de abril.

“Posso confirmar que o mais antigo envelope está rotulado como contendo o testamento do Príncipe Francisco de Teck”, acrescentou. “As adições mais recentes foram feitas em 2002 e são, respectivamente, os testamentos de Sua falecida Majestade, a Rainha Elizabeth, a Rainha Mãe e sua falecida Alteza Real, a Princesa Margaret, Condessa de Snowdon”.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos