logo
Entretenimento
/ João Faissal/Divulgação / João Faissal/Divulgação
Entretenimento 10/09/2021

Protagonistas de ‘Sob Pressão’ fazem ação para doação de sangue

A campanha da Globo foi lançada após um episódio sobre a falta de bolsas de sangue durante as cirurgias ir ao ar

A série médica “Sob Pressão” está no ar e traz ao público os problemas da saúde pública no Brasil e em um dos capítulos, os personagens de Júlio Andrade e Marjorie Estiano protagonizaram cenas de bastante tensão e que trata da falta de bolsas de sangue durante as cirurgias. 

Com a cena que envolve os personagens Evandro e Carolina, a Globo aproveitou para promover uma ação com os dois atores, além de outros nomes do elenco de “Sob Pressão”, para aumentar a doação de sangue. Juntos, eles foram até o Hemorio, centro de doação de sangue, no Centro do Rio de Janeiro, e deram início à campanha “Corrente Sob Pressão”.

“O sangue é fundamental, ele é o nosso combustível e é o que faz a gente estar vivo. Estar aqui de novo abraçando essa campanha é muito gratificante”, declarou Júlio Andrade.

LEIA MAIS:

Marjorie, que também está na campanha, afirmou: “A gente sabe da necessidade e da relevância. E o benefício que Sob Pressão traz para a gente e para o público é de materializar isso, mostrar como a necessidade se apresenta e do quanto o gesto é simples”.

Esta não é a primeira vez que “Sob Pressão” traz para o seu enredo temas reais. Em 2020, a série ganhou uma edição especial com foco na pandemia da covid-19. Intitulados como “Plantão Covid”, os episódios fizeram uma homenagem aos profissionais da saúde e, também, alertaram sobre os riscos da pandemia e do vírus. 

Globo/Raquel Cunha

Série indicada ao Emmy

Além da campanha, a equipe da série médica da Globo está radiante com a indicação da personagem Carolina, interpretada por Marjorie Estiano, ao Emmy Internacional. 

“Isso me mostra que foram tocados pelas histórias que estamos contando, antes de qualquer coisa. Fico muito feliz, primeiro, porque me faz acreditar que foram atingidos, se sentiram emocionados e, assim, o trabalho se fecha, se completa no espectador. E depois porque comungo desse impulso também, o que emociona me entusiasma. Me desperta o desejo de compartilhar o que disparou a sensação”, contou a atriz ao jornal O Globo.