logo
Entretenimento
Maestro João Carlos Martins durante concerto em agosto / Ale Frata/FolhapressMaestro João Carlos Martins durante concerto em agosto / Ale Frata/Folhapress
Entretenimento 03/09/2021

Centro Cultural Fiesp homenageia João Carlos Martins com exposição gratuita

Na Avenida Paulista, a exposição celebra a trajetória do maestro brasileiro João Carlos Martins

O maestro e pianista João Carlos Martins é um dos nomes mais conhecidos da música clássica brasileira e para celebrar sua trajetória profissional, o Centro Cultural Fiesp, na Avenida Paulista, sedia uma exposição gratuita, que vai até 26 de setembro, de quarta-feira a domingo, das 13h às 20h. 

Na mostra inédita “João Carlos Martins: 80 Anos de Música”, que acontece dentro da galeria de arte, o visitante faz uma imersão na vida pessoal e profissional do maestro, que é  regente da Bachiana Filarmônica Sesi-SP e, aos 81 anos, continua trabalhando e encantou plateias.  Ao andar pela galeria do Centro Cultural Fiesp é possível ouvir o som de uma orquestra afinando seus instrumentos, além de avistar inúmeras fotos, vídeos, textos, publicações, reportagens, filmes e documentários sobre o artista.

Divulgação

Na sala “Pianista”, o visitante se depara com corredores musicais, que abrangem a carreira de João Carlos entre os anos de 1940 à 2003. Já na sala “Maestro”, o público tem contato com a determinação de um homem que optou pela vida e pela música. Já em outro ambiente, chamado “Sala do Piano”, uma holografia do pianista interage com o público e toca músicas que foram memoráveis em sua carreira. 

LEIA MAIS:

Karim Kahn/Fiesp

Passando pela “Sala da Orquestra”, a interatividade permite que os visitantes tenham a oportunidade de reger uma sinfonia como maestros. Em outro espaço, a exposição leva ao público a luta do regente contra problemas físicos desde a infância, nela, será possível entender como o maestro cuidou de uma Distonia Focal, distúrbio neurológico caracterizado por movimentos e posturas musculares anormais. 

Para o curador Jorge Takla, o material exposto é vasto e pouco divulgado. João Carlos Martins é considerado um dos maiores intérpretes de Bach do século 20 pela crítica internacional. O grande desafio da curadoria foi levar a música para o museu.

.Há ainda exibições de vídeos curtos, com passagens de suas apresentações, depoimentos de várias celebridades, além de filmes e entrevistas nacionais e internacionais que documentam histórias e memórias.

Para visitar a exposição  “João Carlos Martins: 80 Anos de Música” é necessário realizar o agendamento no site do  Sesi, clicando aqui.