logo
Entretenimento
Foto: Reprodução / Foto: Reprodução /
Entretenimento 08/09/2021

Ator de ‘Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis’ diz que haverá sequência do filme

Florian Munteanu, que interpreta o antagonista Punho e Lâmina, disse: ” Há muita história de fundo que ainda não foi contada em Shang-Chi”.

Florian Munteanu adiantou que seu personagem pode voltar em uma sequência do filme.

Em ‘Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis’, Florian Munteanu interpreta Punho e Lâmina, um dos antagonistas da história que dificultam o trabalho de Shang-Chi. Em entrevista ao site ScreenRant, o ator deixou escapar que a Marvel Studios estaria pensando em uma possível sequência tendo ele como vilão principal. 

Nas HQs, Punho e Lâmina é retratado um pouco diferente do que no filme. Isso porque ele morre em algumas histórias, mas sempre acaba retornando com um novo papel na organização dos Dez Anéis. No filme, ele é um caso raro de vilão coadjuvante que vai até o final do filme e vive para reaparecer em uma possível sequência. Questionado pelo ScreenRant sobre o futuro do personagem, Florian Munteanu disse: “Esse sempre foi o plano: dar a ele um papel muito mais importante. E veremos onde isso leva. Há muita história de fundo que ainda não foi contada, porque obviamente esta é uma história original de Shang-Chi. Então, veremos o que acontece no futuro com Punho e Lâmina no MCU”.

Leia mais sobre filmes e séries:


‘Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis’ estreou na última quinta-feira, 2 de setembro, já quebrando recordes. O longa já é a segunda maior estreia do ano pandêmico de 2021 até agora, atrás apenas de ‘Viúva Negra’, também da Marvel Studios. Somente nos Estados Unidos, o filme já arrecadou $ 71,4 milhões de dólares durante seu final de semana de estreia. ‘Viúva Negra’ arrecadou na estreia $ 80,3 milhões de dólares.

Com críticas positivas, o longa que inicia a Fase 4 do MCU (da sigla em inglês Marvel Cinematic Universe), é estrelado por Simu Liu e é o primeiro filme do estúdio a centrar-se em um ator asiático. 

O longa está sendo considerado uma vitória da indústria do cinema em um momento no qual o avanço da variante Delta preocupa no mundo todo, especialmente nos Estados Unidos, e quando eventos cinematográficos estão sendo cancelados devido à pandemia.

O CEO da Disney, Bob Chapek, indicou que, por enquanto, o filme não entrará no streaming.