Social

A verdade por trás do vídeo em que cobra dá bote na cara de jovem

O vídeo levantou um debate importante!

As imagens de um jovem manipulando uma cobra e levando um bote no rosto trouxeram uma discussão importante nas redes sociais esta semana.

No Twitter, o estudante de ciências biológicas na Universidade Federal de Goiás (UFG) Matheus Reis, trouxe em seu perfil “Legião Escamada”, usado para a divulgação científica sobre répteis, o vídeo de uma prática chamada “Freehand”.

Traduzido como manejo livre, o nome é dado para a manipulação de animais silvestres, peçonhentos ou não, que acontece sem os devidos equipamentos.

É possível ver isso no vídeo a seguir:

Matheus explica que essa prática não é vista com bons olhos por profissionais que trabalham de forma séria e que isso também causa prejuízos aos animais, que podem entrar em estresse.

Ele também recordou que além de ser considerado crime contra a fauna perante a Lei Nº 9.605, esse tipo de ação coloca em risco a vida tanto do animal manipulado, como o a pessoa que o manipula, pois elas não estão treinadas para um manejo responsável.

Confira mais:

A dica é acompanhar canais do tipo, seja no YouTube, tiktok, Instagram ou outras redes sociais, nos quais os profissionais tenham licença para realizar esse trabalho.

Quem é o jovem que levou o bote da cobra?

David Orin Humphlett, de 22 anos, é quem aparece nas imagens e protagoniza diversos vídeos na Flórida, nos Estados unidos, se denominando um “amante dos animais”.

“Quero vê-los mudados e educados sobre cobras. É um jogo ideológico e tenho a intenção de jogá-lo”, disse sobre o que o motiva gravar com estes animais em entrevista ao Daily Mail.

O jovem grava vídeos levando mordidas intencionalmente de algumas cobras e também manipula outras espécies de animais.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos