Social

Mãe alega que cachorro de estimação foi o culpado pelo abuso sofrido pela filha

Uma menina de 9 anos foi abusada sexualmente por seu padrasto, no entanto sua mãe segue defendendo o homem e culpa o cachorro pelo crime.

Pais perdem a custódia dos filhos após utilizarem drogas para fazê-los dormir

Uma menina de 9 anos foi hospitalizada com diversos ferimentos sugestivos de abuso sexual. Após a internação da criança, a polícia agiu rápido e prendeu o padrasto da menina sob a acusação de abuso sexual infantil. No entanto, a mãe da garota insistiu que o cachorro da família era o culpado pelo crime.

Conforme notícia publicada pelo Meganoticias, após ser detido pelas autoridades policiais da Cidade do México, o homem e a mãe da menina alegaram que o culpado pelo abuso foi o cachorro de estimação da família. Diante da alegação, a Procuradoria-Geral da República instaurou uma investigação para esclarecer o fato.

Apesar das alegações, os investigadores não acreditaram na versão apresentada pelo suspeito e o mantiveram detido preventivamente. Sua identidade não foi divulgada.

Ela alegou que a filha foi abusada pelo cachorro

O caso foi descoberto quando a mãe da criança levou a filha a um hospital público alegando à equipe médica que ela apresentava vários ferimentos no corpo que indicavam abuso sexual.

Após se contradizer diversas vezes enquanto tentava culpar o cachorro, a mulher confessou que o agressor era seu companheiro, o padrasto da menina.

Confira também:

Para seguir com as investigações, funcionários da Procuradoria Geral da Cidade do México também recolheram o animal para submetê-lo a “estudos médicos”.

Até o momento não foram divulgadas informações oficiais referentes ao caso, mas os relatórios policiais indicam que novas informações deverão ser levadas a público em breve.

A menina segue hospitalizada para tratar dos ferimentos sofridos.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos