Polícia volta atrás e afirma que Paulo Cupertino não foi preso

Por Leandro Luz

A Polícia Militar do Paraná havia afirmado na manhã desta quarta-feira (28) que Paulo Cupertino, suspeito do assassinato do ator Rafael Miguel e seus pais, havia sido preso na cidade de Centenário do Sul, no interior do estado, porém agora a tarde a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e a Polícia Civil paranaense confirmaram que trata-se de um equívoco.

Cupertino é procurado desde o ano passado, após se converter no principal suspeito pelo assassinato do ator e seus pais.

 

Leia também:

 

Em informações mais recentes, foi revelado que Paulo, com a aparência totalmente modificada, conseguiu emitir um novo documento RG com informações falsas, o que poderia ter contribuído para que saísse do país. A informação de que estaria em território estrangeiro não foi confirmada.

Segundo informações da Band, Cupertino foi pessoalmente à cidade de Jataizinho fazer a solicitação de seu documento verdadeiro, mas com informações falsas e semanas depois voltou para retirá-lo.

Com a notícia da suposta prisão do pai, Isabela Tibcherani, ex-namorada do ator Rafael Miguel, chegou a fazer uma publicação em sua conta do Instagram dizendo-se “em paz”, mas posteriormente a apagou.

A polícia segue agora investigando para traçar o passo a passo feito pelo homem que continua foragido.

Loading...
Revisa el siguiente artículo