Foco

Laudo da necrópsia confirma causas da morte de bilionário e esposa em condomínio de luxo, em SP

Casal foi encontrado sem vida em mansão no Guarujá; cachorra também morreu

Banqueiro José Bezerra de Menezes Neto e sua esposa Luciana

O banqueiro José Bezerra de Menezes Neto, de 64 anos, conhecido como Binho Bezerra, e sua esposa, Luciana Bezerra, de 62, que foram encontrados mortos em uma mansão em um condomínio de luxo no Guarujá, no litoral de São Paulo, foram vítimas de intoxicação por monóxido de carbono. A informação consta no laudo da necrópsia, conforme confirmado ao site G1 pelo delegado Fabiano Barbeiro, da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Santos.

Segundo o investigador, as vítimas foram achadas sem vida no sábado (9), em cima de uma cama em um dos quartos da mansão, que fica na Praia de Iporanga. A cadela da família também estava morta ao lado dos donos. Não havia sinais de violência.

O delegado ressaltou que a principal hipótese é que tenha ocorrido um vazamento de gás, a partir de um cano encontrado no imóvel. Outros familiares do casal estavam em outros cômodos da mansão, mas não foram afetados.

Ainda no sábado, peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Civil estiveram no local avaliando o quarto e o entorno da mansão em busca de possíveis indícios das causas das mortes. Tanto o aquecedor da piscina da mansão quanto de cômodos do imóvel são movidos a gás e foi levantada a hipótese de vazamento.

O delegado ressaltou, ainda, que o corpo da cadela também passará por autópsia, para saber se as causas da morte dela foram as mesmas dos donos. O caso segue en investigação na Deic de Santos para “comprovar tecnicamente tudo isso, muito embora os indícios já apontem para um acidente”, destacou Barbeiro.

Os corpos do bilionário e da esposa foram sepultados no domingo (10), no Cemitério do Morumby, na capital paulista.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos