Foco

Homem é preso por manter mãe de 70 anos refém; ela estava desnutrida e com sinais de maus-tratos

Vítima foi resgatada após denúncias feitas por vizinhos, em Itanhaém, no litoral sul de SP

Ele vai responder por cárcere e maus-tratos

Um homem de 51 anos foi preso por manter a mãe, uma idosa de 70, em cárcere privado, em Itanhaém, no litoral sul de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi resgatada após uma denúncia feita por vizinhos. A mulher estava desnutrida, apresentava sinais de maus-tratos e era obrigada a fazer as necessidades fisiológicas em um balde deixado ao lado da cama.

O flagrante ocorreu na quarta-feira (3). Os policiais do 3° DP de Itanhaém foram até o imóvel, no bairro Jardim Loty, e encontraram a residência fechada. Quando os agentes se preparavam para arrombar a porta, o suspeito chegou e autorizou a entrada da equipe.

No local, a idosa foi encontrada em uma cama. A casa estava completamente suja, sem as mínimas condições de higiene. “Encontramos a idosa deitada, com forte odor de fezes, sem comida, cheio de bichos [em volta]”, disse o chefe de investigação, William Ceccon.

Apesar das péssimas condições, a mulher estava consciente. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pela polícia e verificou as condições de saúde dela, que não precisou ser levada ao hospital.

Filho dela foi preso por cárcere privado e maus-tratos

Casa suja e com lixo acumulado

Os policiais tiraram fotos da casa que mostraram as péssimas condições de higiene. Havia uma grande quantidade de lixo espalhado no chão, além de muita louça acumulada na pia. O banheiro também estava completamente sujo.

Ainda segundo a polícia, não havia móveis na residência e um fogão, que era o único eletrodoméstico, estava enferrujado. Foram encontrados também alguns alimentos com a data de validade vencida.

Testemunhas relataram que o filho é alcoólatra e costuma sair para bares, deixando a idosa sozinha. Diante de todo o cenário, o homem recebeu voz de prisão em flagrante pelos crimes de maus-tratos e cárcere privado. Ele foi levado para um presídio em Peruíbe, que também fica no litoral.

A idosa foi encaminhada para os cuidados de uma equipe da Assistência Social de Itanhaém, que providenciará sua transferência para um outro local mantido sob sigilo.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos