Foco

Confira cinco destinos LGBT+ friendly para conhecer no Brasil

Lista contempla lugares acolhedores, diversos e que proporcionam uma experiência mais segura

Rio de Janeiro é um dos destinos mais acolhedores para comunidade queer no Brasil

O turismo LGBT+ tem crescido e, atualmente, há pelo Brasil, lugares que são acolhedores, diversos e que proporcionam uma experiência mais segura, saudável e inclusiva.

Para quem ainda não fechou viagem de Ano Novo, vale a pena conferir a seleção dos destinos mais acolhedores para a comunidade queer. As dicas são da ClickBus, plataforma de transações online para transporte rodoviário.

- Rio de Janeiro (RJ): Considerado como um dos principais destinos gays do mundo, o Rio de Janeiro propõe um turismo LGBT animado e acolhedor. As praias da Zona Sul, por exemplo, são sempre muito frequentadas pela comunidade. Tanto que a faixa de areia do Posto 9, em Ipanema, tem bandeiras de arco-íris que sinalizam que aquela é uma área LGBT friendly. No mesmo bairro também fica a Rua Farme de Amoedo, point gay do Rio, ideal para quem curte lugares mais badalados e excelentes restaurantes. Na cidade, a praça São Salvador, no Flamengo, também é um ponto de encontro gay friendly, onde membros da comunidade queer podem se juntar para fazer novas amizades.

- Belo Horizonte (MG): Além de ser conhecida por seus barzinhos, Belo Horizonte é o segundo maior circuito LGBT do Brasil de acordo com o ranking da Rede de Comunicações Guiya. A região da Savassi concentra a maior parte dos bares gay friendly da cidade. Um outro local interessante para visitar é a Rua Sapucaí, pontilhada por bares frequentados por uma galera mais alternativa e diferentona, bem mente aberta. Para os festeiros, BH também tem boates e casas de show voltadas para o público LGBT como o Gis Club e o Rancho Bill, que fica a 15km do centro da capital e sedia uma das viradas de ano mais frequentadas pelo público LGBT mineiro.

- Florianópolis (SC): Uma das praias queridinhas de Florianópolis, a Praia Mole, leva o título de praia gay da capital. Quem gosta do agito, deve ir mais para a ponta esquerda da faixa de areia, onde fica o Bar do Deca, bar gay friendly também frequentado por simpatizantes. A 1h30 de Florianópolis, tem também a Praia do Rosa, que sedia o Gay Surf Brazil, evento que reúne fãs do esporte pertencentes à comunidade LGBT+.

- Salvador (BA): Salvador em si já é uma cidade colorida, e a capital baiana não é só gay friendly durante o carnaval. No ano inteiro Salvador oferece uma série de atividades e estabelecimentos para membros da comunidade LGBT+. Para quem gosta de dançar, tem a San Boate e Amsterdam. Também vale incluir no roteiro o Carmén Lounge Bar, onde acontecem performance de drag queens diariamente. E para quem quer curtir uma praia, a preferida dos turistas LGBT+ é, sem dúvida, a Praia do Porto da Barra, considerada como o trecho mais gay do litoral soteropolitano.

- São Paulo (SP): A capital paulista tem o MDS (Museu da Diversidade Sexual), além de vários estabelecimentos gay friendly, muitos concentrados nos arredores da Rua Augusta e Vila Madalena. Além disso, no Estado paulista, de acordo com o Mapa da Diversidade, criado pela Secretaria de Turismo e Viagens de São Paulo, existem mais de 59 municípios classificados como amigáveis e inclusivos para membros da comunidade LGBT+. Entre esses municípios estão Ilhabela, Atibaia, Jundiaí, Eldorado e São Sebastião.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos