Foco

Corpo de idoso some de UPA e é achado em mata nos fundos do local, em Goiânia

Família diz que médico não quis assinar atestado de óbito, pois alegou que ele já tinha morrido há algum tempo; polícia apura o caso

O corpo do idoso José Guedes de Melo, de 69 anos, que teve a morte confirmada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Itaipu, em Goiânia, foi encontrado em uma mata nos fundos do local. Os parentes dizem que o médico que atendeu o homem não quis fazer o atestado de óbito alegando que ele já estava morto há algum tempo. A Polícia Civil investiga o caso.

Os familiares do idoso contaram em entrevista ao jornal O Popular, em Goiânia, que o idoso estava internado em uma clínica de recuperação para dependentes químicos desde fevereiro deste ano. Na noite de sábado (20), José foi levado por funcionários da unidade até a UPA para receber atendimento médico.

LEIA TAMBÉM:

As filhas dele, Rosângela de Melo Vieira e Paula Cristina Guedes de Melo, relataram que foram avisadas que o pai tinha passado mal e seguiram para a UPA para acompanhar o idoso. Porém, quando chegaram lá, receberam a notícia que ele havia morrido.

Foi quando o Serviço de Verificação de Óbitos foi chamado para recolher o corpo e providenciar a investigação das causas da morte, mas, pouco tempo depois, ele desapareceu da sala onde estava na UPA. Horas depois, reapareceu em uma mata nos fundos da unidade de saúde.

Mistério

A Secretaria de Saúde de Goiânia disse que a equipe médica que atendeu o idoso, que chegou com quadro de parada cardíaca, e tentou reanimar o paciente por quase uma hora, mas que a morte dele ocorreu às 23h52 de sábado. Cerca de uma hora depois, os funcionários não encontraram mais o corpo do idoso e acionaram a Polícia Militar.

“O paciente já chegou em parada cardíaca e, por quase uma hora, a equipe realizou procedimentos de reanimação. A morte foi constatada às 23h52 e o Serviço de Investigação de Óbitos de Goiânia acionado para que fosse investigada a possível causa da morte. Mas cerca de uma hora depois, profissionais da UPA descobriram que o corpo não estava mais no necrotério da unidade e a PM foi acionada”, destacou a secretaria, em nota.

Já a clínica de recuperação onde José estava internado, destacou que três funcionários levaram o homem até a UPA, onde ele foi devidamente recebido para atendimento, e foram embora em seguida.

Ninguém soube precisar, no entanto, como o corpo do idoso sumiu da sala em que estava na UPA e reapareceu nos fundos da unidade. Uma câmera de segurança que fica no local não está funcionando, segundo a Polícia Civil. A corporação destacou que investiga o caso.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos