Foco

Empresário é preso suspeito de atirar e matar transexual em Rio Verde, Goiás

Homem confessou o crime, mas dá versão diferente de amigas da vítima.

Transexual Alessandra, de 29 anos, foi morta com tiro no rosto, em Rio Verde, Goiás

Um empresário de 37 anos foi preso suspeito de matar uma transexual, de 29, em Rio Verde, Goiás. Segundo a Polícia Civil, ele alegou que parou para pedir informações e um grupo de transexuais entrou no veículo dele sem autorização, quando acabou roubado. Já as amigas da vítima, que presenciaram o crime, dizem que foram contratadas para um programa, que não aconteceu, e o homem atirou porque queria o dinheiro de volta.

O crime ocorreu no último dia 16 de setembro, mas o empresário foi preso na sexta-feira (1º). Segundo o delegado Adelson Candeo, que investiga o caso, a vítima, identificada como Alessandra, foi atingida por um tiro no rosto e não resistiu aos ferimentos. Imagens de câmeras de segurança da região ajudaram a polícia a entender o que aconteceu.

LEIA TAMBÉM:

  1. Prefeitura de São Paulo promove neste sábado o ‘Dia V’ de vacinação contra covid-19
  2. Acumulada, Mega-Sena pode pagar R$ 29 milhões neste sábado
  3. Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em novembro

Ao ser preso, o empresário, que não teve o nome divulgado, disse que esteve em Rio Verde na data do crime e, ao parar para pedir informações para as transexuais, acabou sendo rendido por elas, que teriam o obrigado a dirigir até um posto de gasolina desativado, onde comprariam drogas com o dinheiro dele. Em seguida, ele alega que deixou as transexuais no local de origem e houve uma discussão, momento em que ele atirou.

Já as transexuais que prestaram depoimento à polícia dizem que o suspeito as contratou para um programa e, para isso, seguiram até o posto desativado. Porém, ele teria desistido e exigido o dinheiro de volta. Durante a discussão, ele atirou a acabou matando a Alessandra.

O empresário segue preso preventivamente e aguarda audiência de custódia com o Poder Judiciário.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos