Foco

Presa quadrilha que usava call center em SP para aplicar golpes em idosos de todo o país

Sete pessoas foram flagradas em ação em imóvel na Zona Norte.

Sete pessoas foram presas em flagrante no bairro Elisa Maria, na Zona Norte de São Paulo, por integrar uma quadrilha especializada em aplicar golpes em idosos de todo o país. Segundo a Polícia Civil, eles atuavam em uma verdadeira central de telemarketing, que era usada para enganar as vítimas, principalmente correntistas de instituições financeiras.

O flagrante da central do crime ocorreu na tarde de terça-feira (20). Agentes da 5ª Delegacia da Divisão de Investigações Sobre Crimes Contra o Patrimônio (Disccpat), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), que estavam em diligências quando apuraram que um grupo mantinha em funcionamento um call center usado para aplicar os golpes.

Leia também:

  1. Campanha incentiva empresas a contratarem grávidas; ‘carreira e maternidade podem e devem caminhar juntas’, diz idealizadora
  2. Falta de AstraZeneca para 2ª dose atinge 70% dos postos de vacinação em São Paulo
  3. São Paulo vai entregar 2,5 milhões de doses da Coronavac a outros estados

As informações levantadas indicavam que, a partir de listagens de dados cadastrais e com a utilização de mensagens sonoras similares às das instituições financeiras, os suspeitos faziam contato telefônico com idosos titulares de contas correntes em bancos. O diálogo entre esses golpistas e as vítimas era sempre muito amistoso e solícito e contribuía para obter as senhas e outras informações.

A central do crime funcionava em imóvel na Rua Aires Bento Oliveira. Os policiais foram então até o local, onde surpreenderam os envolvidos finalizando o golpe em um senhor, de 82 anos, morador da cidade de Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul. Durante a ação, foram apreendidos equipamentos e documentação relacionada ao crime, que continham listas das vítimas separadas por estados.

Do total de detidos, dois estão concluindo o curso de Engenharia Civil, um o curso de Gestão Financeira e um é formado em Educação Física. Todos os acusados foram autuados em flagrante e responderão por estelionato e associação criminosa.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos