Foco

Guri: Projeto de educação musical gratuito tem inscrições abertas em São Paulo

As vagas são distribuídas pelos 44 polos na capital e Região Metropolitana.

O Projeto Guri, ação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo de educação musical e inclusão sociocultural, está com inscrições abertas até o dia 20 de agosto. As vagas são distribuídas pelos 44 polos na capital e Região Metropolitana.

Segundo a secretaria, os interessados devem procurar o polo de sua preferência para fazer a inscrição. Para participar não é preciso ter nenhum conhecimento prévio em música, apenas estar matriculado em uma escola regular, seja da rede pública ou particular.

Leia também:

  1. Governo de SP suspende vacinação de adolescentes até regularização de doses da Pfizer
  2. Cliente de bar joga rojão em bebê de 6 meses após ser questionado por não usar máscara, em Goiás
  3. Após frio congelante, São Paulo deve enfrentar onda forte de calor

Atualmente, o programa atende cerca de 13 mil crianças e adolescentes de 6 a 18 anos. Alguns polos oferecem ainda o curso de Iniciação Musical para Adultos.

Os alunos e alunas podem optar por instrumentos como violoncelo, contrabaixo, flauta, clarinete, fagote, oboé, saxofone, trompa, trompete, trombone, tuba, percussão, contrabaixo elétrico e guitarra, entre tantos outros e os cursos têm duração de dois a quatro anos. O programa também oferece aulas de canto.

Para conferir a lista completa dos cursos, o local onde estão instalados os polos e os contatos de cada polo acesse a página do Guri na internet.

Veja abaixo a relação de documentos para a matrícula:

  1. Menor tem que estar acompanhado dos pais ou responsável;
  2. Certidão de nascimento ou RG (original e cópia);
  3. Comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar;
  4. RG do responsável (original e cópia);
  5. Uma foto 3×4 recente;
  6. Comprovante de endereço para consulta.

Volta às aulas presenciais

Na Capital e Grande São Paulo, dos 44 polos de ensino do Projeto Guri, 33 passaram pelas adaptações necessárias para promover um retorno presencial seguro. Os demais continuarão suas atividades exclusivamente remotas.

Na primeira etapa de retorno, serão retomadas as aulas presenciais de instrumentos e atividades musicais em que sejam possíveis o uso de máscara, sempre respeitando o limite de pessoas por sala e o distanciamento seguro. Os cursos que impossibilitam a performance sem máscara continuarão virtuais. Cada instrumento será utilizado por um único aluno ou aluna a cada semana, não havendo compartilhamento do mesmo instrumento musical.

O início será semi-presencial com aulas de violino, viola, violoncelo, contrabaixo acústico, cavaquinho, contrabaixo elétrico, guitarra, violão, percussão, Atividades Musicais – para alunos e alunas de sopros e canto – e Iniciação Musical para Crianças.

Todos os protocolos de segurança estabelecidos pelas autoridades e pelo Plano São Paulo serão respeitados, tais como, o distanciamento social, a higienização regular das salas e espaços, a disponibilização de álcool gel, a aferição da temperatura na chegada de alunos, professores e colaboradores e o uso obrigatório de máscaras.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos