logo
/ Ricardo Stuckert/Fotos Públicas
Foco 14/04/2021

Maioria do STF decide manter no plenário julgamento de processos de Lula

Sessão é destinada ao julgamento de recursos apresentados pela PGR e pela defesa de Lula

Atualizada às 22h11

A maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta quarta-feira (dia 14) manter no plenário o julgamento sobre a decisão que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da Operação Lava Jato. O placar terminou em 9 votos a 2.

Leia também:

Força-Tarefa de São Paulo fecha 2.475 festas clandestinas e comércios irregulares em um mês

Mínima será de 15ºC nesta quinta-feira em São Paulo, segundo previsão

A sessão foi destinada ao julgamento de recursos apresentados pela PGR (Procuradoria-Geral da República) e pela defesa de Lula sobre a decisão do ministro Edson Fachin, que anulou as condenações do ex-presidente.

Amanhã, o plenário deverá avaliar se mantém a decisão de Fachin, que permitiu que Lula retomasse seus direitos políticos.

Relembre o caso

No dia 8 de março, Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná nos casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e das doações ao Instituto Lula.

A decisão de Fachin teve caráter processual. O mérito das condenações não foi analisado.

De acordo com o ministro, em outros casos de agentes políticos denunciados em circunstâncias semelhantes, a Segunda Turma do Supremo já vinha transferindo os processos para o Distrito Federal.