logo

Em mais uma tentativa de desestimular as viagens rumo às praias do litoral durante o feriado de Páscoa, o governo de São Paulo fez um apelo para que as pessoas permaneçam nos próximos dias em casa.

Neste início de abril, o Estado de São Paulo ainda contabiliza os dados de março, um dos piores meses desde que começou a pandemia de coronavírus, com mais de 15 mil mortos e o recorde de 15 mil pessoas hospitalizadas em um único dia.

O pedido para manter o isolamento já havia sido feito na semana anterior, quando foi declarada a antecipação dos cinco feriados municipais de 2021 e 2022 para realizar um lockdown entre 26 de março e 4 de abril na fase emergencial do Plano São Paulo.

LEIA TAMBÉM:

Remédios podem ficar até 10,08% mais caros a partir de hoje

Ganhador da Mega da Virada perde direito ao prêmio

Dois apostadores ganharam a Lotofácil desta quarta-feira

Operação Descida

A operação descida na Rodovia dos Tamoios (SP-099) e no Sistema Anchieta Imigrantes foi suspensa até  dia 4 de abril para conter o excesso de visitantes nos litorais norte e sul do estado.

A decisão foi tomada atendendo solicitação dos próprios prefeitos das cidades litorâneas, que em sua maioria decretaram medidas ainda mais rigorosas durante o feriado, como fechamento até de supermercados para desestimular o turismo.

Barreiras sanitárias no feriado

Muitas cidades do litoral de São Paulo adotaram barreiras sanitárias para controlar a entrada de veículos nas cidades.

Em alguns municípios, como Santos, só estão autorizados a entrar na cidade os moradores e carros de passeio de outros locais que comprovem que trabalham ou têm consultas médicas agendadas no local.

Em outros locais, como na Ilhabela, o motorista terá que apresentar um teste de covid-19 negativo do tipo RT-PCR realizado há no máximo 48 horas para cada passageiro do veículo antes de embarcar na balsa que faz a travessia.

A medida não vale para os moradores da ilha, que no entanto deverão apresentar comprovante de endereço em seu nome, como contas de água, luz e telefone.

Em Ubatuba, a prefeitura adotou um rodízio emergencial até o próximo dia 4 que permite que carros com placa de final par circulem nos dias pares e placas ímpares rodem nos dias respectivos.

Além disso, proibiu o estacionamento nas áreas próximas à orla, suspendeu as senhas de acesso a vans e ônibus de turismo, fechamento das praias e barreiras sanitárias em diversos pontos da cidade.

Ranking de vacinação

Uma ferramenta digital desenvolvida pelo governo de São Paulo passou a divulgar o ranking de vacinação em cada município em relação à população local.

Para acessar a ferramenta, basta acessar o site do Vacinômetro e clicar no botão “Ranking de Vacinação”.

De acordo com o sistema, as 10 cidades que mais aplicaram a 1ª dose da vacina no estado foram:

1 – Águas de São Pedro
2 – Flora Rica
3 – Arco-Íris
4 – Turmalina
5 – Ribeirão do Índios
6 – Santa Salete
7 – São Caetano do Sul
8 – São João do Pau D’Alho