Foco

Ex-governador de Tocantins é preso por acusações de lavagem e fraude

O ex-governador de Tocantins Marcelo Miranda (MDB) foi preso na manhã desta quinta-feira (26) em operação da Polícia Federal. O político é suspeito de integrar um esquema de lavagem de dinheiro e fraudes em licitações.

A prisão ocorreu em Brasília, no apartamento funcional da deputada Dulce Miranda (MDB), sua esposa. Ela não é investigada na operação, que cumpre três de prisão preventiva e 11 de busca e apreensão, incluindo a casa do ex-governador em Palmas, capital do Estado.

Veja também:
Vereadores de São Paulo aprovam anistia a imóveis
Juro do rotativo do cartão de crédito chega a 307% ao ano

Miranda já teve seu mandado cassado em duas das três vezes em que foi eleito para o mais alto cargo do executivo do Tocantins. Ele ainda foi eleito senador, mas não assumiu pois foi considerado inelegível.

Para a defesa do político, “não há fatos que justifiquem o pedido de prisão”. Um posicionamento será divulgado após os advogados do emedebista terem acesso à decisão judicial.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos