Esporte

Ganso evolui e volta a ser convocado após 4 anos fora da Seleção

Grande destaque da pré-lista do técnico Dunga para a Copa América Centenário, em junho, o meia Paulo Henrique Ganso voltou a ser chamado para a seleção Brasileira após 4 anos. A última vez que o a camisa 10 havia sido lembrado foi em 2012 para a disputa dos Jogos Olímpicos de Londres.

Depois da prata olímpica, quando Mano Menezes ainda era o técnico, Ganso não teve oportunidades com Luiz Felipe Scolari e só agora foi convocado por Dunga, treinador que já havia incluído o jogador na pré-lista de convocados para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

A nova oportunidade chega talvez no melhor momento de Ganso com a camisa do São Paulo. Na última quarta-feira, ele foi peça fundamental na grande atuação da equipe que goleou o Toluca-MEX por 4 a 0, no Morumbi, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

O longo tempo afastado da amarelinha tem explicação. O meia passou um longo tempo convivendo com lesões que o atrapalharam na sequência como titular. Além disso, seu estilo de jogo clássico, muitas vezes apontado como “ultrapassado”, era constantemente criticado por torcida e especialistas.

Porém, a situação mudou desde a chegada do técnico colombiano Juan Carlos Osorio no ano passado. O camisa 10 virou líder do time em assistências e finalmente conseguiu embalar uma boa sequência na equipe. Já neste ano, sob o comando de Edgardo Bauza, Ganso passou a finalizar mais e em apenas 2 meses já havia superado a marca de gols de todo o ano passado. Nesta temporada, Ganso participou de 24 dos 26 jogos da equipe e já balançou a rede 6 vezes. Em 2015, foram apenas 3 gols marcados.

Da lista de 40 nomes, apenas 23 serão chamados para a lista definitiva na próxima quinta-feira, dia 5. Até lá, Ganso terá apenas mais uma chance para provar que merece estar nos Estados Unidos. Na quarta-feira, o Tricolor pega o Toluca, no México, pelo jogo de volta das quartas de final da Libertadores.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos