Entretenimento

Gal Gadot relembra as ameaças que recebeu do diretor de ‘Liga da Justiça’

A atriz falou recentemente do assunto à revista Elle e revelou os detalhes das ameaças que recebeu dentro do set de ‘Liga da Justiça’.

As denúncias de assédio moral no set de filmagens da Warner Bros. não são novidade desde o começo do ano. Porém, em uma entrevista à Elle, Gal Galdot novamente foi questionada sobre o assunto e respondeu dando mais detalhes sobre o que aconteceu no set de ‘Liga da Justiça’: “Se ele diz isso para mim, então obviamente ele diz para muitas outras pessoas. Eu apenas fiz o que senti que tinha que fazer. E era para dizer aos chefes que a situação não poderia continuar como estava”.

Gadot se refere aos episódios de assédio moral com o diretor de ‘Liga da Justiça’ durante as filmagens do filme: “Joss Whedon me disse que iria acabar com a minha carreira. Ele me disse diretamente que se eu fizesse algo, ele faria com que minha carreira fosse miserável. Eu cuidei disso imediatamente”. A atriz pediu à Warner Bros. que tomasse providências quanto aos desentendimentos entre ela e o diretor e a gigante do entretenimento começou a só permitir a presença dos dois se os representantes de ambos também estivessem presentes. Em entrevista à Elle nesta semana, ela completou: “Eu disse aos chefes da Warner Brothers e eles cuidaram disso. Eu não acreditei e pensei ‘não posso crer que ele disse isso para mim’”.

Além de Whedon ameaçar a carreira de Gadot, ele também falou sobre a diretora de ‘Mulher Maravilha’, Patty Jenkins, de uma forma depreciativa. Uma fonte do set também afirmou que Whedon admitiu ter mudado o personagem de Gadot de uma forma que ele sabia que ela não aprovaria.

Leia +

Gadot não foi a única

No começo de abril deste ano, ator Ray Fisher, que faz o Ciborgue de ‘Liga da Justiça’, revelou à The Hollywood Reporter sobre suposto assédio moral que sofreu nas mãos de Geoff Johns e outras figuras poderosas de DC, incluindo o diretor Joss Whedon, do ‘Liga da Justiça’ de 2017.

No ano passado, no Twitter, Fisher acusou Whedon de exibir um comportamento “grosseiro, abusivo, não profissional e completamente inaceitável” no set de ‘Liga da Justiça’. Ele acrescentou que Whedon foi “capacitado, de muitas maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg” e continuou a vocalizar sua insatisfação nas redes sociais em relação a como a Warner Bros. lidou com a investigação de sua denúncia.

“Não acredito que nenhuma dessas pessoas sejam adequadas para posições de liderança. Não os quero que sejam expulsas de Hollywood, mas não acho que eles devam ser responsáveis pela contratação e demissão de outras pessoas. Se minhas acusações não são levadas à diante, pelo menos eu quero alertar as pessoas sobre com quem elas estão lidando”, disse Ray Fisher na entrevista à The Hollywood Reporter.

O ator Jason Momoa de ‘Aquaman’ também comentou sobre suas experiências de trabalho em ‘Liga da Justiça’. Além disso, Gal Gadot e Ray Fisher não são as únicas pessoas que se manifestaram sobre o comportamento problemático de Joss Whedon. No início deste ano, a atriz de ‘Buffy’ Charisma Carpenter revelou que também teria sido vítima de abuso moral por parte de Whedon. Os colegas de elenco apoiaram a atriz publicamente.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos