Entretenimento

Homem invade hotel e tenta matar Ana Hickmann

Um homem morreu depois de tentar balear a apresentadora Ana Hickmann, na tarde deste sábado, em um hotel de luxo localizado no bairro Belvedere, em Belo Horizonte. Uma assessora da artista acabou baleada no ataque.

De acordo com as informações preliminares, o atirador tinha como alvo a apresentadora, que estava em Belo Horizonte para fazer a divulgação da marca que leva seu nome. Ainda não há informações sobre o que teria motivado o ataque.

Segundo a polícia, o atirador seria um fã da apresentadora. Ele abordou o cunhado de Ana, Guto Corrêa, no corredor do hotel e o obrigou a levá-lo ao quarto onde estava a artista.

No quarto estavam Ana e a assessora, Giovana Oliveira. Ao chegar ao local, o agressor mandou que todos se sentassem de costas e passou a ofender a apresentadora.

O cunhado de Ana, então, partiu para cima do agressor, que efetuou dois disparos. Um deles atingiu Giovana.

Após balear a assessora de Ana, o atirador foi desarmado por Guto e acabou baleado e morto.

Segundo a reportagem do Brasil Urgente, Giovana foi encaminhada a um hospital da região, onde será operada, e não corre o risco de morrer.

Perfil recluso

O irmão do suspeito, Helisson Augusto Padua, afirmou que Rodrigo tinha viajado de Juiz de Fora, também em Minas Gerais, para a capital mineira na noite de sexta-feira (20).

Segundo Padua, o atirador era uma pessoa tranquila, que não trabalhava, ficava recluso em casa, de onde só saía, de acordo com ele, para ir à academia.

Em seu perfil no Instagram, Rodrigo mostrava ser fanático por Ana em mensagens que passaram a ser postadas há duas semanas. Nos posts, todos relacionados à apresentadora, o atirador declarava seu amor e desejos sexuais com a artista.

“Esse tesão ainda vai me matar”, afirmou Padua em uma das publicações.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos