Social

Após ser obrigado a beber em festa, jovem termina cego, mudo e sem movimentos

Segundo informações, jovem perdeu a mobilidade total de seu corpo

Após ser obrigado a beber em festa, jovem termina cego, mudo e sem movimentos

Uma “festa da fraternidade” em uma universidade localizada no Missouri, Estados Unidos, terminou em uma verdadeira tragédia e com o jovem Daniel Santulli, de 19 anos, cego, mudo e com a perda da mobilidade de todo o corpo, depois que foi obrigado a ingerir litros de bebida alcoólica, o que lhe causou uma parada cardíaca.

Segundo informações, o fato ocorreu em um outubro de 2021, e desde então segue sob investigação para encontrar os responsáveis. Recentemente, duas pessoas foram acusadas de fazer parte do trote que terminou com Santulli como vítima.

Como tudo aconteceu

No dia da celebração, Daniel tinha que “apresentar seus compromissos” aos “irmãos”, então, colocaram um tubo em sua boca e o forçaram a consumir uma garrafa inteira de vodka com cerveja.

Após ingerir a alta quantidade de álcool, o jovem acabou desmaiando e foi levado para outro quarto e colocado em uma poltrona. Como estava inconsciente, acabou sofrendo uma queda e permaneceu na mesma posição por cerca de 15 minutos, até ser acomodado novamente por um companheiro.

Tempos depois, na mesma noite, outros jovens entraram no quarto e levaram Daniel para um veículo. Neste instante, Santulli já tinha sofrido a parada cardíaca e então foi abandonado dentro do carro na porta do Hospital Universitário.

Embora os médicos tenham conseguido reanimar Daniel, os danos foram irreversíveis: ele ficou cego, mudo e perdeu a mobilidade total do corpo. Nos primeiros dias, o jovem estudante contou com a ajuda de um ventilador mecânico para poder respirar e posteriormente foi diagnosticado com “lesão cerebral”.

Atualizações do caso jovem

Ao que se sabe até o momento, a família de Daniel entrou com uma ação judicial contra a fraternidade, porém ninguém assumiu a responsabilidade. Devido ao grave ocorrido com o estudante, a Universidade de Missouri proibiu os envolvidos de entrar no campus.

Por fim, sobre os dois indivíduos indiciados recentemente, um deles é acusado de organizar o evento e forçar Santulli a tomar a bebida, enquanto o segundo não o teria ajudado, mesmo vendo-o desmaiado.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos