logo
/ Reprodução / www.facebook.com/universalreptiles
Social 04/05/2021

Vídeo mostra captura de uma das cobras mais rápidas e mortais do mundo

Elas podem chegar a deslizar alcançando a velocidade de 20 km/h.

Jason Arnold, conhecido como o “homem cobra” surpreendeu com um vídeo que o mostra cara a cara com uma mamba-negra em Durban, África do Sul. Está espécie está entre as mais rápidas e mortais do mundo, o que faz sua captura ainda mais delicada e complexa.

De acordo com o portal Newsweek, a cobra media quase dois metros de comprimento e estava escondida entre os arbustos de uma zona habitada. As pessoas pediram ajuda após identificar o réptil mortal.

Confira o vídeo que rapidamente se tornou viral no Facebook:

Some fun today in Mountview catching a 2.2m male Black Mamba with Sanjeev from the Dalla-u-crew team. 👍🏻👌🏻👍🏻👌🏻

Publicado por The Snake Man – Jason Arnold en Miércoles, 28 de abril de 2021

De acordo com o National Geographic, a mamba-negra vive nas savanas e colinas rochosas do sul e leste da África, onde pode chegar a medir mais de 4 metros, o que a entrega o título de maior cobra venenosa da África.

Este animal pode chegar a deslizar alcançando a velocidades surpreendente de até 20 quilômetros por hora.

Tim Friede, que filma a si mesmo sendo picado deliberadamente por diferentes tipos de cobras venenosas já explicou a potencia do bote dela.

“Com a mamba-negra, é uma dor instantânea. É como ser picado por mil abelhas. As abelhas podem ter um ou dois miligramas de veneno, mas uma picada de mamba pode conter de 300 a 500 miligramas”, revelou.

O veneno desta espécie causa a morte por asfixia em até 20 minutos se a vítima não for tratada com um antídoto, pois ele paralisa os músculos respiratórios. Ela é capaz de desferir botes repetidamente quando se sente ameaçada, levantando até um terço do seu corpo do chão e emitindo um assovio.

A cobra recebeu este nome não por causa da cor da pele, que tende a ser verde ou cinza, mas sim pelo tom do interior da boca, que varia entre azul escuro e preto.