Dentistas são capazes de identificar se você praticou sexo oral recentemente

Por Brenno Quadros

Há alguns dias, um usuário do TikTok postou um vídeo com a seguinte legenda: “Acabei de descobrir que o dentista pode descobrir se alguém fez sexo oral ou não.”

O vídeo viralizou e chegou até um dentista que tem 685 mil seguidores na rede. Ele decidiu confirmar através de outro vídeo a veracidade da afirmação feita pelo usuário: "Eu recebo muito essa pergunta e sim, nós sabemos. Nós sabemos." – Declarou. "Como sabemos? Acho que se entrarmos em detalhes, o TikTok vai censurar o vídeo." – Acrescentou.

Poucos dias depois o dentista voltou atrás e decidiu explicar as coisas um pouco melhor aos usuários mais ansiosos. Ele usou pirulitos como uma analogia para o pênis humano: "Digamos que você realmente goste de chupar um pirulito, um ou dois, aqui ou ali… Não é grande coisa. Mas digamos que você goste de chupar vários, vários, vários, vários pirulitos o tempo todo. Você tem um problema: petéquias palatais, o que você pode ver aqui. São irritações no palato mole, bem ali. E galera, se vocês usarem aparelho, tudo que posso dizer é: caramba." – Brincou.

VEJA MAIS:

Segundo o IFLS, em 2018, um homem de 47 anos foi a uma consulta odontológica de rotina, na qual foi descoberta uma lesão no palato mole (céu da boca). O paciente não havia notado nenhuma irriatação. Todos os tipos de lesões podem ser encontrados durante os exames, com causas que vão desde deficiência de ferro a infecções.

"A felação é definida como a estimulação do pênis de um homem pela boca de um parceiro por sucção ou lambida, embora possa ser realizada por adultos de qualquer gênero." – Diz o relatório médico. “Essa prática se tornou muito popular, principalmente entre os jovens, por ser considerada mais segura do que o sexo normal. O contato do palato com as glândulas penianas pode causar hematoma por trauma contuso e dilatação dos vasos sanguíneos por causa da pressão negativa criada enquanto se chupa." – Continua.

A entrevista revelou que o paciente havia praticado sexo oral em outro homem três dias antes de seu check-up: "Descobrimos que a lesão está associada à prática de felação. O sexo oral é uma prática sexual muito comum e, como médicos, devemos considerá-lo uma causa potencial de lesões palatinas em nosso diagnóstico diferencial.” – Conclui.

Loading...
Revisa el siguiente artículo