Foco

PM morre após ser baleada por bandidos enquanto voltava do trabalho, na Zona Sul de São Paulo

Sabrina Franklin, 30, não usava farda quando foi abordada; criminosos fugiram levando arma da vítima

Caso é investigado como latrocínio
PM Sabrina Freire Romão Franklin, de 30 anos, foi baleada e morta por criminosos em Parelheiros, na Zona Sul de SP

ANÚNCIO

A policial militar Sabrina Freire Romão Franklin, de 30 anos, morreu após ser baleada por criminosos, em Parelheiros, na Zona Sul de São Paulo, na noite de quinta-feira (18). A soldado voltava para casa do trabalho em uma motocicleta, sem usar farda, quando foi abordada por dois homens. Os bandidos a derrubaram no chão, atiraram e fugiram levando a arma da vítima.

ANÚNCIO

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), a soldado tentou fugir ao perceber a aproximação dos assaltantes, que também estavam em uma motocicleta, mas eles a derrubaram no chão. Câmeras de segurança registraram o momento em que um deles atirou contra a vítima. Logo depois, eles se distanciaram, mas voltaram e levaram a arma da soldado.

Sabrina chegou a ser levada ao Hospital Parelheiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. “A SSP lamenta o falecimento de uma policial militar, de 30 anos, ocorrido na noite desta quinta-feira (18), na Estrada Ecoturística De Parelheiros, na Zona Sul da Capital”, destacou a pasta.

A soldado trabalhava na 3° Cia do 22 BPM/M. O caso foi registrado como latrocínio no 101° Distrito Policial do Jardim das Imbuias. Até a manhã desta sexta-feira (19), nenhum suspeito havia sido identificado e preso.

LEIA TAMBÉM:

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias