Foco

Jovem é morta a tiros pelo companheiro em apartamento de alto padrão, em Santa Catarina

Após matar Eduarda Gorgik, 25, empresário cometeu suicídio; ele tinha histórico de violência doméstica

Vítima foi achada no apartamento em que morava, em SC

A jovem Eduarda Gorgik, de 25 anos, foi encontrada morta com marcas de tiros no apartamento de alto padrão em que morava, em Itapema, em Santa Catarina. O companheiro dela, o empresário Sérgio Correa, de 59, é apontado pela polícia como o autor do crime. O homem cometeu suicídio.

Os corpos dos dois foram encontrados no domingo (14), dentro do apartamento e ao lado de um revólver, que foi encaminhado para perícia. Segundo a polícia, o empresário tinha liberação para posse de arma de fogo.

A investigação ainda apura a motivação do crime, mas Correa já tinha histórico de violência doméstica contra outra companheira no passado. Já em relação a Eduarda, nenhum boletim de ocorrência chegou a ser registrado.

Vizinhos de Eduarda contaram que não ouviram gritos ou tiros vindo do apartamento dela. No último dia 13, no entanto, câmeras de segurança do prédio mostraram a jovem correndo e escondendo dois aparelhos celulares em um hidrante, que fica nas proximidades do imóvel.

No dia seguinte, um funcionário de Correa estranhou quando tentou falar com ele, sem sucesso, e foi até o apartamento. Chegando lá, encontrou os aparelhos escondidos no hidrante e, com ajuda de um vizinho do casal, conseguiu entrar no imóvel. Lá, encontrou Eduarda e o chefe mortos, sendo que o homem segurava a arma na mão.

O caso foi registrado como homicídio seguido de suicídio e segue em investigação. A motivação ainda é um mistério. “Conclusões sobre o fato somente ao final do inquérito e com a finalização das perícias”, destacou a corporação.

Nas redes sociais, amigos, familiares e amigos lamentaram a morte de Eduarda. “Vá em paz, prima. Que Deus dê forças para nossa família, que não é fácil receber uma notícia tão triste. Você não merecia um final de vida tão triste”, escreveu uma parente da vítima.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos