Foco

Ultramaratonista Camila Matte é encontrada morta no interior de SP; corpo estava parcialmente queimado

Vítima foi localizada em meio a um canavial, ao lado do carro dela, junto com outros pertences

Ela saiu de casa para ir a São Carlos, mas não chegou ao destino

A ultramaratonista Camila Maria Matte, de 44 anos, que estava desaparecida desde o último domingo (14), foi encontrada morta em um canavial entre as cidades de Leme e Santa Cruz de Palmeiras, no interior de São Paulo. O corpo dela, que estava parcialmente queimado, foi localizado por um produtor rural, na tarde de terça-feira (16).

De acordo com a Polícia Militar, a ultramaratonista foi encontrada ao lado do carro, um VW Gol cinza, e de outros pertences, como um celular e as chaves do veículo. O corpo dela já estava em estado de decomposição, perto de dois frascos de álcool. A corporação diz que, pela cena do crime, não havia indícios de roubo.

Após a perícia no local, o corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Leme, que deve atestar as causas da morte. Um laudo preliminar deve ser divulgado ainda nesta quarta-feira (17).

O caso, que era tratado como desaparecimento, agora foi registrado como morte suspeita pela Polícia Civil. A investigação segue sob sigilo.

“O corpo foi encaminhado ao IML para a realização de exame necroscópico. Demais diligências prosseguem visando o esclarecimento dos fatos”, informou a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

Briga e desaparecimento

Camila foi vista pela última vez no último domingo, quando saiu da casa em que morava, em Leme, com destino a São Carlos, ambas cidades no interior de São Paulo. O marido dela, Peterson César Malachias, de 48, que é educador físico e seu treinador, confirmou que os dois tiveram uma discussão antes do sumiço da mulher. Ele destacou, ainda, que ela passa por um tratamento psicológico.

Conforme o boletim de ocorrência, o marido disse que brigou com a esposa em casa, quando ela entrou em um VW Gol e disse que iria visitar os pais, em São Carlos. Porém, horas mais tarde, o homem fez contato com os sogros e eles confirmaram que a ultramaratonista não apareceu por lá.

Os familiares passaram a tentar contato com Camila, sem sucesso. Assim, denunciaram o desaparecimento dela à polícia e também pediam ajuda para localizá-la em postagens nas redes sociais. A publicação ressaltava que ela poderia estar usando uma camiseta azul, escrito “Ultra Atleta” em amarelo.

O marido chegou a sobrevoar a região de Leme em busca de Camila, mas ela seguia desaparecida. O corpo dela foi achado por um produtor rural, na terça-feira, que avisou a polícia.

Quem é Camila Matte?

Moradora de Leme, Camila era formada em educação física e especialista em fisiologia do exercício pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Ela também atuava como personal trainer.

Ela começou a competir aos 9 anos e, aos 16, passou a ser convocada para representar o Brasil em eventos internacionais de triathlon. Atualmente, ela se preparava para disputar a Ultra Trail du Mont-Blanc (UMTB), que acontece em Chamonix, na França, em agosto deste ano.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos