Foco

Aluna da USP que desviou quase R$ 1 milhão de fundo de formatura dá sua versão à Justiça

Alicia Muller responde por oito estelionatos consumados e um tentado; novo pedido de perícia foi solicitado

Ela vai responder em liberdade
Alicia Dudy Muller começou a ser julgada por desvio de quase R$ 1 milhão em fundo de formatura de alunos da USP (Reprodução/Redes sociais)

ANÚNCIO

A estudante de medicina da Universidade de São Paulo (USP) Alicia Dudy Muller, que desviou quase R$ 1 milhão dos fundos arrecadados para custear a festa de formatura, deu sua versão dos fatos durante uma audiência realizada na 7ª Vara no Fórum Criminal da Barra Funda, na terça-feira (31). Além dela, o juiz Paulo Eduardo Balbone Costa colheu o depoimento de três vítimas, duas testemunhas de acusação e uma testemunha de defesa.

ANÚNCIO

O advogado Sérgio Ricardo Stocco, que defende Alicia, disse que ela “expôs ao juízo sua versão dos fatos e respondeu todas as perguntas do magistrado”, sem dar outros detalhes sobre as falas da estudante.

Durante a audiência, foi solicitada uma perícia complementar em e-mails, mensagens de WhatsApp e contabilidade, o que ainda será analisado pelo juiz. Caso ele aceite as novas diligências, vai estabelecer um novo prazo para a realização dos trabalhos e, depois disso, o período para alegações finais das partes.

O caso segue em segredo de Justiça. Alicia poderá ser condenada à prisão, a pagar multa ou a prestar serviços comunitários.

Estelionato

Alicia foi denunciada pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) por oito estelionatos consumados e um tentado, mas não quis avançar com o pedido de prisão, conforme solicitado pela polícia. Assim, ela responde em liberdade desde janeiro passado, quando o caso veio à tona.

Conforme a investigação policial, a estudante usou o dinheiro do fundo de formatura para pagar apostas em uma lotérica na Zona Sul da Capital. Ela também é acusada de usar o montante para custear despesas pessoais, como aluguel de apartamento, de carro e para a compra de eletrônicos.

A delegada Zuleika Gonzalez Araujo, titular do 16º Distrito Policial, que investigou o caso, contou que Alicia alegou ter renda mensal de cerca de R$ 4,5 mil. Ela confessou que mentiu para os colegas ao dizer que o dinheiro da formatura tinha sido aplicado em um fundo e que eles teriam sido vítimas de um golpe. Na verdade, foi ela mesma quem desviou os recursos. “Foram feitas diversas movimentações bancárias. Ela conseguiu a transferência da empresa responsável pela formatura para a conta dela”, confirmou a delegada.

ANÚNCIO

A investigadora explicou que o contrato firmado com a empresa contratada para a formatura permitia a retirada de recursos por parte dos membros da comissão de alunos, da qual Alicia fazia parte. Assim, a companhia não teve nenhuma responsabilidades no desvio.

‘Investimentos ruins’

Alicia confessou à polícia ter desviado cerca de R$ 1 milhão do fundo de formatura dos colegas. Ela alegou que os recursos não estavam sendo “bem administrados” pela empresa contratada e e fez aplicações, mas perdeu os valores com “investimentos ruins”. Porém, segundo a investigação, ela usou o montante para custear despesas pessoais, como aluguel de apartamento, de carro e para a compra de eletrônicos.

A jovem disse ainda que ficou desesperada e, na tentativa de recuperar o dinheiro, usou a parte restante para fazer jogos em uma casa lotérica. Ela cursa o sexto ano de Medicina e fazia residência médica no laboratório de Emergências Clínicas do Hospital das Clínicas.

Moradora da Vila Mariana, na Zona Sul de São Paulo, a jovem nasceu em Itararé, no interior. Segundo a plataforma Currículo Lattes, ela fez o Ensino Médio na Escola Técnica Estadual Getúlio Vargas em 2014.

“É difícil descrever como é ter um sonho realizado porque são anos batalhando. Mas agora é uma sensação de compensação. É todo o tempo que você gasta fazendo simulado, estudando pós-aula. Parece que aquilo não foi nada comparado àquele dia que você vê o seu nome na lista”, afirmou em vídeo gravado há quatro anos para o Instituição Poliedro, onde fez cursinho.

Alicia também fazia parte da Atlética da USP.

LEIA TAMBÉM:

ANÚNCIO

Tags


Últimas Notícias