Foco

Ataque dentro de escola: mães são chamadas após briga das filhas, discutem e uma esfaqueia a outra

Mulher estava com faca escondida e atacou vítima, que sofreu cortes no braço, no abdômen e nádegas

Agressora fugiu e é procurada
Mães são chamadas na escola para resolver briga de filhos e uma esfaqueia a outra, em MG (Reprodução/Google Street View)

ANÚNCIO

A tentativa de uma escola em resolver um conflito entre alunas acabou em mais confusão, em Uberlândia, em Minas Gerais. As mães das estudantes envolvidas em uma briga foram chamadas para conversar com a direção, mas uma das genitoras foi armada com uma faca e, após uma discussão, acabou esfaqueando a outra mulher. A vítima, que sofreu cortes no braço, no abdômen e nas nádegas, foi socorrida e está fora de perigo.

ANÚNCIO

Conforme reportagem do site UOL, a confusão começou no dia 19 de abril, quando as duas alunas brigaram na Escola Estadual Joaquim Saraiva. Assim, a direção chamou as mães das duas para uma conversa, na última quarta-feira (26). A diretora relatou à Polícia Militar que as genitoras passaram a discutir, quando “os ânimos ficaram exaltados e iniciou-se uma agressão”.

Uma das mães, de 36 anos, que tinha uma faca escondida debaixo da roupa, atacou a vítima, de 34. O Corpo de Bombeiros foi chamado e prestou os primeiros socorros. Em seguida, levou a mulher até um hospital da cidade, onde ela foi atendida e liberada.

Já a agressora fugiu após o ataque e é procurada pela polícia. O caso foi registrado como lesão corporal na 4ª Delegacia de Uberlândia.

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG) lamentou o caso, em nota, e informou que a direção da escola tomou as providências necessárias após o ocorrido.

“Reforçamos que a escola é um ambiente democrático, pautado pelo exercício pleno do respeito e da cidadania, sem tolerância para atos e discursos que estimulem e promovam a violência”, destacou o texto.

LEIA TAMBÉM:

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias